Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Lactente de nove meses é levado à Unidade Básica de Saúde devido a um quadro de vômitos que se iniciou no dia anterior e de diarreia com seis evacuações líquidas hoje, juntamente com febre e inapetência no mesmo período. A mãe nega muco ou sangue nas fezes e refere que seu filho também está “gripado”. O médico ao consultar a Caderneta da Criança observa que somente foram realizadas as vacinas do primeiro mês, conforme a recomendação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério de Saúde (PNI/MS). No exame físico, o paciente encontra-se pálido, irritado, com sede, mucosas secas, olhos fundos, pulsos finos e elasticidade da pele diminuída, abdômen levemente distendido com ruídos hidroaéreos hipercinéticos, sem dor ou organomegalias à palpação enquanto que, o restante do exame, não mostra outras alterações. Baseado nessas informações, qual o provável agente etiológico do quadro acima e qual a conduta, de acordo com o Ministério da Saúde?

A
Rotavírus - Iniciar, na Unidade Básica de Sáude, terapia de reidratação oral, reavaliando periodicamente.
B
Rotavírus - Encaminhar para internação hospitalar para hidratação venosa e realização de exames complementares.
C
Shigella sp. - Aplicar uma dose de antiemético parental e iniciar, após 30 minutos, a terapia de reidratação oral na Unidade.
D
Shingella sp. - Liberar para casa com recomendação de aumento da ingestão hídrica e administração de soro caseiro após cada evacuação.
E
Saimonella sp. - Liberar para casa com prescrição de terapia de reidratação oral e orientação para retorno imediato em caso de piora.
Considere as afirmações abaixo sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). I - Mulheres são 2 vezes mais vulneráveis do que seus parceiros masculinos para adquirirem gonorreia, clamídia, hepatite B e cancro mole após exposição única; II- Fazem parte do diagnóstico diferencial de úlceras genitais: sífilis, difteria, Doença de Crohn, tuberculose e donovanose; III- A mulher pode ser portadora assintomática de cancro mole. É necessário realizar punção do bubão com agulha grossa para diagnóstico etiológico e tratamento adequado. Qual a alternativa correta?
São contraindicações absolutas para o uso de DIU, exceto:
Quanto à avaliação materna e fetal durante o trabalho de parto, é correto afirmar.
Na investigação de infecção congênita em um recém-nascido, a ultrassonografia transfontanelar demonstrou a presença de calcificações cerebrais periventriculares. Qual o diagnóstico mais provável?
Compartilhar