Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Cardiologia

Neonatologia

Lactente de seis meses, portador de trissomia do cromossomo 21, apresenta história de cansaço às mamadas, infecções respiratórias de repetição, baixo ganho pondo-estatural, além de sudorese acentuada. Ao exame físico, apresenta-se acianótica, com B2 hiperfonética e desdobrada em foco pulmonar, além de sopro sistólico com regurgitação discreta em borda esternal esquerda baixa, e os pulsos arteriais normais. O ECG mostra o eixo de QRS a– 60º, além de sobrecarga bi ventricular. O diagnóstico mais provável desta criança é:

A
Comunicação interatrial.
B
Comunicação interventricular.
C
Defeito do septo atrioventricular.
D
Persistência do canal arterial.
E
Miocardiopatia dilatada.
Em relação à reanimação cardíaca em crianças, NÃO podemos afirmar que:
Qual a etiologia de gastroenterite mais associada a crises convulsivas concomitantes?
Paciente, cinco meses de idade, sexo masculino, apresenta coriza e tosse evoluindo rapidamente para tosse rouca com estridor em repouso e dispneia. Atendido em serviço de emergência é transferido para internação hospitalar. Nos antecedentes, nascido de parto cesário, após pré-natal normal, cartão vacinal completo, a genitora nega passado de quadro semelhante, alimentação mista (leite maternizado, frutas e verduras). Ao exame, FC: 116 bpm, FR: 40 ipm, temperatura axilar: 36,5°C, bom estado geral, dispneia leve, sem cianose, tiragem intercostal, orofaringe com placas esbranquiçadas, ausculta cardiopulmonar com roncos e sibilos. Hemograma, Hb: 10,5 g, Htc: 33%, leucócitos: 25.000 (segmentados 22%, linfócitos 75%, eosinófilos 1%, monócitos 1%). Rx de tórax normal. Em relação a essa patologia, é incorreto afirmar:
Paciente, 13 anos de idade, sexo masculino, há 4 anos iniciou com quadro de edema progressivo, acompanhado de baixa da acuidade auditiva. Os exames realizados mostram elevação de ureia e creatinina, hematúria, proteinúria. A história familiar revelou que dois tios maternos apresentaram insuficiência renal associada às alterações auditivas. Nos antecedentes do paciente, consta hematúria microscópica notada desde os 5 anos de idade. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar