Questões na prática

Ortopedia

Lactente, dois anos de idade, negro, sexo masculino, natural de Salvador - BA. É internado com quadro de febre há 20 dias, dor em MMSS, com presença de hiperemia em 3° e 5° quirodáctilo D. Antecedentes de três internações no último mês, pelos mesmos sintomas. Portador de falcemia (SS), diagnosticada no teste de triagem neonatal. O Rx mostra lesão osteolítica no 3° e 5° quirodáctilo, com fratura patológica ao nível do 3º, a radiografia de tórax é normal:

A
osteomielite piogênica
B
osteogênese imperfecta
C
osteoporose idiopática
D
osteocondroma
E
crise álgica
Um menino, com 7 anos de idade, recebe o diagnóstico de asma, classificada pelo médico como persistente leve. O médico recomenda o uso de corticoide inalatório como droga de manutenção para prevenção dos sintomas e orienta, durante episódios de crise, que seja utilizado:
No contexto de profilaxia passiva de hepatite viral a aplicação de imunoglobulina:
Os sinais de Tinel e de Phalen são encontrados na:
Uma paciente de 35 anos é levada ao pronto-socorro em busca de um cirurgião. Conta que foi submetida a colecistectomia laparoscópica há 8 dias. Está prostrada e ictérica ++, queixando-se de dor em hipocôndrio direito, febre alta, náuseas e vômitos, há 2 dias. A ultrassonografia de abdome mostra a presença de moderada quantidade de líquido em ambos os espaços subfrênicos e no espaço de Morrison, além de discreta dilatação de vias biliares intra-hepáticas. Melhor conduta:
Compartilhar