Questões na prática

Ortopedia

Lactente, dois anos de idade, negro, sexo masculino, natural de Salvador - BA. É internado com quadro de febre há 20 dias, dor em MMSS, com presença de hiperemia em 3° e 5° quirodáctilo D. Antecedentes de três internações no último mês, pelos mesmos sintomas. Portador de falcemia (SS), diagnosticada no teste de triagem neonatal. O Rx mostra lesão osteolítica no 3° e 5° quirodáctilo, com fratura patológica ao nível do 3º, a radiografia de tórax é normal:

A
osteomielite piogênica
B
osteogênese imperfecta
C
osteoporose idiopática
D
osteocondroma
E
crise álgica
Um lactente de 10 meses de idade, sem antecedentes de doença respiratória, é levado ao pronto socorro com história de febre e tosse há 72 horas. Ao exame físico apresenta-se em regular estado geral, febril (38,5°C); FR = 55 rpm; FC: 110 bpm. À inspeção do tórax observam-se discretas tiragens intercostais. De acordo com as Normas de Assistência e Controle de Infecções Respiratórias Agudas do Ministério da Saúde, o dado clínico sugestivo de pneumonia nesse caso é:
Hematúria é:
Em relação à Doença Trofoblástica Gestacional (DTG):
A respeito do uso de fórcipe na obstetrícia atual, considerar as assertivas abaixo: I - O fórceps de Piper é o ideal para o manejo da cabeça derradeira. II - A pega ideal é biparietal. III - Nas posições occipitotransversais deve-se tentar a rotação digital da cabeça e, na possibilidade desta, utilizar o fórceps de Simpson. É (São) correta (as) a (s) assertivas:
Compartilhar