Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Cirurgia

Hematologia

Lactente, internado por disfunção respiratória grave ocasionada por obstrução respiratória alta, é portador de um hemangioma que ocupa a bochecha direita e parte do mento ipsilateral. A hipótese diagnóstica mais provável é a de obstrução respiratória por hemangioma gigante. A instalação de suporte ventilatório não invasivo não logrou sucesso, e a criança encontra-se sem falência respiratória. É decisão médica proceder com urgência a entubação traqueal sob visualização direta por fibroscopia, porém há possibilidade de sangramento importante, com risco de vida, durante o procedimento. Os pais foram informados da hipótese do procedimento, do risco e da provável necessidade de transfusão sanguínea, mas, em razão de sua orientação religiosa (Testemunhas de Jeová), não desejam que a criança receba transfusão, mesmo com os riscos envolvidos. Considerando os aspectos técnicos e ético-legais, o médico deve comunicar aos pais que:

A
como a transfusão não foi autorizada, o procedimento não será feito e, caso a criança venha a falecer, eles serão responsabilizados.
B
o procedimento será feito, mas, se houver sangramento, a transfusão não será realizada, para respeitar a autonomia da família.
C
o procedimento será feito e, se houver sangramento, a transfusão será realizada por decisão médica, ainda que eles não tenham autorizado.
D
o procedimento será feito, mas omitirá que o paciente será transfundido se houver sangramento.
E
encaminhará o caso ao comitê de Ética ou assessoria Jurídica do hospital e aguardará uma decisão.
São classificadas, pela OMS, como muito baixo peso ao nascer as crianças que nascem com peso inferior a:
A primeira medida a ser adotada diante de um paciente com hipercalcemia secundária ao câncer espinocelular de pulmão é:
Quais as classes de drogas mais indicadas na terapia da disfunção assintomática do ventrículo esquerdo?
Em relação às crises de asma, tem-se que:
Compartilhar