Questão de Residência Médica
Leia atenciosamente o caso abaixo para responder a questão: Ana Lúcia, 36 anos, casada, procurou seu médico de família com queixa de humor deprimido, perda de interesse em atividades anteriormente prazerosas, fatigabilidade, ideias de culpa, inutilidade. Quando questionada sobre o futuro, referiu extremo pessimismo, pois não se julgava apta a continuar lecionando Literatura (seu ofício há 12 anos) e, por isso, nutria excessiva culpa. Relatou também alteração do sono e perda do apetite. Ana Lúcia refere episódio depressivo anterior aos 18 anos. Seu pai apresenta história de transtorno bipolar e sua mãe transtorno de ansiedade generalizada. Dr. Fabrício, médico de família e comunidade, ao abordar integralmente o caso de Ana Lúcia, deve levar em consideração, como pilares da abordagem à depressão, exceto:
A

O diagnóstico de depressão é um importante fator de risco para o suicídio;

B

A presença de risco de suicídio em um paciente deprimido é considerada uma indicação de internação psiquiátrica quando estiver associado à psicose;

C

A presença de risco de suicídio em um paciente deprimido é considerada uma indicação de internação psiquiátrica quando estiver associado à ausência de suporte social;

D

A presença de sintomas fundamentais para o diagnóstico da depressão exclui a possibilidade de o episódio depressivo ser um sintoma de uma doença médica associada ou o efeito colateral de medicamentos.

Compartilhar

Pratique com mais de 130 mil questões de residência

Apple Store Google Play