Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Psiquiatria

Leia o caso clínico a seguir. Mulher de 28 anos de idade, casada, mãe de duas filhas, encaminhada ao psiquiatra pelo dermatologista após a terceira vez que compareceu ao consultório desse profissional. As consultas foram motivadas pelo aparecimento de lesões erosivas nos joelhos, que após exames inconclusivos ou negativos para as hipóteses diagnósticas aventadas e, mesmo após prescrição de cicatrizantes, estavam piorando. Na última consulta, pressionada pelo marido que a flagrara ajoelhando-se repetidamente em chão áspero, contou a seguinte história: ela, católica devota desde criança, três anos antes da consulta começou a ter a mente invadida por imagens em que se via tendo relações sexuais com esculturas de Cristo e dos santos existentes na igreja. Inicialmente, isso só acontecia pouco e só quando se encontrava na igreja. Aumentou gradativamente e, por fim, as imagens intrusas entravam em sua mente centenas de vezes ao dia, em qualquer lugar. A única coisa que lhe aliviava a culpa era pedir perdão a Deus, de joelhos, repetidamente. Já não conseguia mais cumprir sua agenda doméstica, tantas eram as interrupções. Escondeu o problema das pessoas, de medo que a julgassem louca. Ajoelhava-se tanto nos últimos meses, que feriu os joelhos, o que chamou a atenção do marido, que a levou ao dermatologista. O quadro clínico descrito preenche os critérios para:

A
Transtorno esquizofreniforme.
B
Transtorno de estresse pós-traumático.
C
Transtorno obsessivo-compulsivo.
D
Transtorno delirante crônico.
Lactente de seis meses, portador de trissomia do cromossomo 21, apresenta história de cansaço às mamadas, infecções respiratórias de repetição, baixo ganho pondo-estatural, além de sudorese acentuada. Ao exame físico, apresenta-se acianótica, com B2 hiperfonética e desdobrada em foco pulmonar, além de sopro sistólico com regurgitação discreta em borda esternal esquerda baixa, e os pulsos arteriais normais. O ECG mostra o eixo de QRS a– 60º, além de sobrecarga bi ventricular. O diagnóstico mais provável desta criança é:
Lactente de 3 meses, sexo masculino, cor branca, nascido a termo, peso de nascimento=2600g.Em tratamento para toxoplasmose congênita, em aleitamento materno exclusivo, desenvolvimento neuro-psico-motor: sustenta a cabeça e apresenta sorriso social, em consulta ambulatorial de puericultura, devido a dados de anamnese e palidez cutâneo-mucosa ++/+4, o médico solicitou hemograma com os resultados obtidos citados abaixo: Hemoglobina=9,0, hematócrito=27, VCM=110 FL; núcleos dos neutrófilos plurisegmentados; Normocromia; com anisocitose. Assinale a melhor alternativa para a etiologia da anemia de acordo com o enunciado da questão:
De acordo com a classificação POP-Q (Pelvic Organ Prolapse Quantification) proposta pela Sociedade Internacional de Continência, NÃO é correta a seguinte descrição:
Em relação as Pneumonias Comunitárias na infância, esta correto afirmar:
Compartilhar