Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Leila, 39 anos, notou aumento da mama, com endurecimento focal, calor e rubor há 4 meses. Automedicou- se com pomadas, sem melhora. Há 2 semanas surgiram febre e ulceração em mama, com saída de secreção purulenta. A mamografia revela “ classificação de Bi- rads IV ’’. A conduta é:

A
Biópsia incisional e exame histopatológico
B
Antibioticoterapia e repetir a mamografia após o tratamento
C
Ressonância nuclear magnética antes de qualquer procedimento invasivo
D
Cultura da secreção e complementar com ultrassonografia
O Agente Comunitário de Saúde lhe solicita explicações sobre um recém-nascido que apresenta coloração amarelada da pele. Você colhe, junto ao Agente Comunitário de Saúde, informações sobre a duração da gestação, as condições do parto e da criança ao nascer, o tempo de aparecimento do sintoma específico e verifica também resultados de exames do recém-nascido , realizados na maternidade: hemograma, dosagem de bilirrubinas e teste de Coombs. Diante dos dados clínicos e do resultado de exames, você conclui que trata-se de Icterícia Fisiológica do Recém-Nascido. O que seria correto você informar ao Agente Comunitário de Saúde sobre a Icterícia Fisiológica do Recém-Nascido?
Em um paciente com forte dor ocular, visão muito borrada, fotofobia, lacrimejamento intenso e globo ocular difusamente vermelho, a principal hipótese diagnóstica é:
No tratamento clínico inicial de um queimado, a manobra mais importante consiste em:
Quais cardiopatias congênitas mais frequentes na síndrome de Down?
Compartilhar