Questões na prática

Psiquiatria

Leila, 39 anos, notou aumento da mama, com endurecimento focal, calor e rubor há 4 meses. Automedicou- se com pomadas, sem melhora. Há 2 semanas surgiram febre e ulceração em mama, com saída de secreção purulenta. A mamografia revela "classificação de Bi-rads IV". Foi ao médico com amiga e, por insistência dela. Leila relata que vem sendo acometida por “pensamentos desagradáveis’’ sobre sexualidade. Reconhece estes pensamentos como seus, eles a constrangem e a fazem se afastar das pessoas, e a única forma que encontrou para tentar se livrar da ansiedade que lhe provocam é lavando as mãos várias vezes ao dia. Com estas informações, a principal hipótese diagnóstica é:

A
Fobia social
B
Esquizofrenia
C
Transtorno obsessivo-compulsivo
D
Transtorno de pânico
Paciente com oito meses é atendido no posto de saúde com história de febre baixa, tosse e coriza, há 48 horas. No exame físico, foi observada discreta hiperemia de membrana timpânica à direita e frequência respiratória de 41 irpm, sendo observada, ainda, discreta sibilância na ausculta respiratória. Foi prescrito amoxacilina na dose de 90mg/Kg/dia, tendo sido justificado pelo médico que o paciente estaria com otite média aguda à direita e pneumonia. Sobre este atendimento, assinale a alternativa correta:
Fábio, 3 anos de idade, retorna ao ambulatório de pediatria com o resultado de um hemograma em que foram salientados os seguintes itens: hemoglobina - 9,5 g/dl, VCM 70 µ³, CHCM 29 g/dl e RDW 17%. Foi observado ainda discreto aumento do número de plaquetas. Com estas informações, é possível afirmar:
Na avaliação do desenvolvimento de uma criança, a ausência de alguns marcos são sinais de alarme e alerta para o pediatra. Qual correlação não indica atraso no desenvolvimento?
Com relação ao hiperandrogenismo, assinale a alternativa correta.
Compartilhar