Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Leila, 39 anos, notou aumento da mama com endurecimento focal, calor e rubor há 4 meses. Automedicou-se com pomadas, sem melhora. Há 2 semanas surgiram febre e ulceração em mama, com saída de secreção purulenta. A mamografia revela “classificação de Bi-rads 4’’. Cybele amiga de Leila tem 45 anos e apresenta sangramento uterino anormal. Aproveita a consulta para mostrar o resultado do seu preventivo, cujo laudo foi AGUS (Atipias em Células Glandulares de Significado Indeterminado) com processo inflamatório. A conduta é fazer:

A
Colposcopia e histeroscopia.
B
Ultrassonografia e nova citologia em 3 meses.
C
Metronidazol e nova citologia em 6 meses.
D
Colposcopia e ultrassonografia.
Paciente de 55 anos, assintomático, apresenta diagnóstico de câncer de próstata. PSA total: 12,5. Toque retal: próstata endurecida em lobo direito. Biópsia de próstata: adenocarcinoma de próstata. Gleason 8 (5+3). Todos os fragmentos comprometidos em lobo direito. Estadiamento não evidenciou doença a distância. T2bN0M0. Qual (is) a (s) opção (ões) de tratamento para este paciente?
No paciente que se apresenta com clínica de rinossinusite aguda, devemos desconfiar de infecção bacteriana ao invés de viral quando:
Qual é a sequência ADEQUADA para tratamento do Estado de Mal Asmático (Asma Aguda Grave), em Pediatria?
Paciente, cinco anos, foi levado à consulta, pois o clínico que atendeu o menino no Pronto-socorro suspeitou de um sopro cardíaco. Das cardiopatias acianóticas, qual apresentada a seguir é a mais frequente?
Compartilhar