Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Neurologia

Dermatologia

Um homem de 40 anos, com história de alcoolismo, queixa-se de adormecimento em extremidades inferiores e dificuldade para caminhar. O exame revela parestesia em membros inferiores e marcha atáxica. Está em tratamento de tuberculose pulmonar há 4 semanas com isoniazida, rifampicina e pirazinamida. A melhor conduta é:

A
trocar pirazinamida por etambutol e administrar piridoxina.
B
suspender a pirazinamida e administrar tiamina.
C
administrar piridoxina em dose alta.
D
suspender isoniazida e administrar cobalamina.
E
administrar tiamina.
A fase inicial do coma de um paciente caracterizou-se por abalos musculares, mordedura da língua, incontinência urinária e respiração laboriosa. Com base nestes achados, qual a hipótese diagnóstica mais provável?
Paciente de 65 anos, tabagista (30 cigarros/dia) desde os 20 anos, veio a consulta urológica por hematúria macroscópica assintomática com início há 10 dias. O exame de urina apresentava número elevado de eritrócitos (mais de 100/campo) e ausência de leucócitos no sedimento urinário. A urocultura foi negativa, e os exames de função renal estavam normais. O exame digital da glândula prostática foi normal, e a dosagem do antígeno prostático específico revelou 1ng/ml. A ultrassonografia abdominal demonstrou lesão vegetante de, aproximadamente, 3 cm no trígono vesical. Com base nestes dados, qual a conduta inicial mais adequada?
Assinalar a alternativa em que todas as informações podem ser obtidas quando da realização da manobra de Leopold-Zweifel.
Segundo a Conferência do Congresso de Consenso Euro-Americana, além de hipoxemia, são critérios necessários para o diagnóstico da Síndrome de Desconforto Respirático Agudo (SDRA): I - presença de opacidades alveolares bilaterais na radiografia de tórax. II - afastar causas cardiogênicas de edema pulmonar. III - presença de pressão positiva no final da expiração maior que 10.
Compartilhar