Questões na prática

Psiquiatria

Psiquiatria

Levando-se em conta a eficácia e os efeitos adversos associados, são consideradas como medicações de primeira linha no tratamento do distúrbio do pânico:

A
inibidores seletivos de recaptação da serotonina.
B
inibidores da MAO.
C
antipsicóticos atípicos.
D
inibidores da recaptação de serotonina e norepinefrina.
E
antidepressivos tricíclicos.
Febre é um dos principais motivos de consulta em pediatria, gerando um quadro acentuado de ansiedade e medo nos pais. Inúmeras são as possibilidades etiológicas da febre, bem como a gravidade do quadro que acompanha. Em relação à febre, verifica-se que:
Homem, 27 anos, tabagista com dor intensa em membro inferior esquerdo e cianose em extremidade distal de 4º e 5º pododáctilos esquerdos. Pulsos preservados em membros inferiores exceto por ausência de pulsos podais à esquerda. A principal hipótese diagnóstica é:
Paciente, 22 anos de idade, em atendimento na unidade básica de saúde. A citologia cervicovaginal apresenta células atípicas compatíveis com infecção pelo HPV e lesão intraepitelial de baixo grau. A conduta mais adequada é:
Paciente de 9 anos em tratamento com metilfenidato para transtorno de déficit de atenção e hiperatividade vem apresentando boa melhora nas atividades acadêmicas, porém a mãe preocupa-se com as consequências de se fazer uso de uma medicação controlada em idade tão precoce. Ao citar-lhe os riscos, você CORRETAMENTE lhe dirá que o uso do medicamento, mesmo na posologia poderá causar:
Compartilhar