Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Lúcia (37 anos, G0P0A0) e Renato (36 anos) são casados há 10 anos e desde então vêm tentando ter um filho. O casal revela ter um desejo enorme em ter uma criança e grande frustração pelas várias tentativas sem sucesso. Lúcia nega outras patologias e cirurgias prévias. Com relação à abordagem do casal infértil pelo médico de família, é INCORRETO afirmar que:

A
Todos os casais inférteis devem se submeter a uma triagem inicial para doenças infecciosas, que inclui os seguintes exames: VDRL, anti-HCV, clamídia no soro e anti-HIV.
B
A avaliação específica para infertilidade deve englobar causas femininas e/ou masculinas, sendo que a avaliação feminina engloba causas anatômicas e hormonais.
C
A laparoscopia é considerada padrão ouro na avaliação do fator tubo-peritoneal.
D
A investigação do fator hormonal inicia-se com a solicitação do TSH.
Mulher, com 77 anos de idade, com queixa de perda de urina aos grandes esforços há 10 anos. Há 6 meses começou a ter perda não relacionada ao esforço, durante o dia e a noite em quantidade variável. Ao exame, apresenta o ponto C em +3, ponto Aa em +5 e ponto Ap em -3. Após a realização de estudo urodinâmico, preconiza-se:
O(s) pico(s) da apoptose no tecido mamário ocorre(m):
Paciente, com 22 anos de idade, nuligesta, submeteu-se à videolaparoscopia e anexectomia unilateral por cisto ovariano. O resultado anatomopatológico da peça foi de cistoadenocarcinoma seroso. A melhor conduta oncológica é:
Quanto ao uso de prostaglandinas para indução do parto, é correto afirmar que:
Compartilhar