Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Lucia tem 27 anos e sua mãe Vera, 55 anos. Há dois meses Vera notou durante autoexame um nódulo em mama esquerda que após investigação teve como diagnóstico carcinoma ductal infiltrante de mama. Lucia lembra que sua avó materna, Isadora também foi portadora de câncer de mama e morreu após três anos do tratamento cirúrgico. Com estas informações o Dr. Julio, mastologista responsável pelo caso, resolve investigar a possibilidade de Lúcia também desenvolver a mesma patologia fazendo pesquisa genética para identificação de mutações que possam indicar tal risco. Este estudo é realizado inicialmente em Vera e posteriormente em Lucia e em ambas o resultado foi semelhante, com a presença de mutação tipo BRCA-1. Você, ao analisar este relato, identifica que a conduta do Dr. Julio e sua respectiva justificativa foram:

A
pertinente - família com sugestiva hereditariedade para câncer de mama, sem análise genética anterior, tem indicação de análise inicial de um membro já afetado pela doença.
B
precipitada - antes da análise genética são indicados métodos convencionais de diagnóstico como ultrassonografia e mamografia de alta resolução.
C
exagerada - era necessário apenas o estudo genético de Lucia para análise de risco pois Vera já tem diagnóstico de câncer de mama.
D
precoce - Lúcia tem somente 27 anos e tal estudo é infrutífero só devendo ser realizado em pacientes acima de 40 anos de idade.
Mulher, 40 anos, previamente hígida. HMA: foi encontrada desacordada em uma fazenda distante com diversas cartelas vazias de diazepam ao seu lado. Após cinco horas, chegou ao PA. EF: REG, eupneica, acianótica, anictérica, afebril, escala de Glasgow: 13; 2 bulhas rítmicas, normofonéticas, sem sopros, FC: 90 bpm, PA: 110/70 mmHg; abdome sem alterações; murmúrio vesicular presente e simétrico, sem ruídos adventícios, FR: 16 ipm, SatO2: 92%. A conduta mais adequada é:
Lena, 47 anos, faz tratamento médico para depressão há mais de 7 anos. Já fez uso de vários tipos de antidepressivos, com resposta moderada. Atualmente, seu médico prescreveu um inibidor irreversível da MAO (Monoaminoxidase), chamado tranilcipromina. Qual das drogas abaixo poderá ser usada concomitantemente com a tranilcipromina, no caso de indicação médica precisa?
Um paciente de 23 anos refere episódios súbitos e recorrentes de taquicardia, sudorese e dispneia, com parestesia de extremidades e sensação de opressão torácica. Refere ainda que nestes episódios apresenta sensação de irrealidade e de estar distante de si mesmo. Qual é o diagnóstico mais provável deste paciente?
Dor no ombro é a terceira queixa musculoesquelética mais frequente de consulta médica. Com o avançar da idade, alterações degenerativas do manguito rotador podem levar a sua rotura. Em relação à síndrome do impacto, assinale a alternativa correta.
Compartilhar