Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Lucia tem 27 anos e sua mãe Vera, 55 anos. Há dois meses Vera notou durante autoexame um nódulo em mama esquerda que após investigação teve como diagnóstico carcinoma ductal infiltrante de mama. Lucia lembra que sua avó materna, Isadora também foi portadora de câncer de mama e morreu após três anos do tratamento cirúrgico. Com estas informações o Dr. Julio, mastologista responsável pelo caso, resolve investigar a possibilidade de Lúcia também desenvolver a mesma patologia fazendo pesquisa genética para identificação de mutações que possam indicar tal risco. Este estudo é realizado inicialmente em Vera e posteriormente em Lucia e em ambas o resultado foi semelhante, com a presença de mutação tipo BRCA-1. A presença de BRCA-1 positivo em Vera e Lúcia tem, para Lucia, os significados principais de:

A
ausência de risco aumentado para desenvolver câncer de mama / BRCA-1 ligado ao desenvolvimento de câncer de ovário.
B
risco menor que o da população geral para desenvolver câncer de mama / BRCA-1 é fator protetor no desenvolvimento do câncer de ovário.
C
pequena elevação no risco de desenvolver câncer de mama / BRCA-1 ligado ao carcinoma ductal infiltrante limitado, bem diferenciado e receptores hormonais positivos.
D
aumento de até 85% no risco de desenvolver câncer de mama / BRCA-1 ligado ao carcinoma ductal infiltrante invasivo, mal diferenciado e receptores hormonais negativos.
Paciente sexo masculino, com 21 anos de idade, deu entrada no pronto-socorro após acidente automobilístico, apresentando pressão arterial 120 X 80 mmHg, pulso de 80 bpm. Diagnosticada fratura da bacia, uretrorragia e hematoma perineal, sem outras lesões. A uretocistografia revelou lesão completa de uretra membranosa. Qual a melhor conduta?
Paciente do sexo masculino, com 53 anos de idade, com diagnóstico de varizes de esôfago há 3 anos por hipertensão do portal de etiologia esquistossomótica, deu entrada no pronto-socorro, com história de vômitos com sangue em grande quantidade há 1 hora. Ao exame, pressão arterial = 70 x 40 mmHg, pulso fino de 120 bpm, pele fria, sudorese e confusão mental. Qual a melhor conduta?
Nódulos de Heberden e Bouchard são característicos de:
Segundo dados do Ministério da Saúde, a prevalência de tuberculose no Brasil é de 58 casos por 100.000 habitantes, com aproximadamente 50 milhões de infectados e 6.000 óbitos ocorrendo anualmente. Com relação a essa doença, julgue o item que se segue. No Brasil, em pacientes com tuberculose pós-primária, é comum o achado radiológico de massas no interior do parênquima pulmonar, com porção central necrosada - as chamadas cavitações, frequentemente vista nos segmentos apicais posteriores dos lobos superiores ou nos segmentos superiores dos lobos inferiores.
Compartilhar