Questões na prática

Preventiva

M.A.D., 35 anos, masculino, exercendo atividades profissionais como movimentador de mercadorias por 15 anos, apresentou, enquanto trabalhava, dor aguda em coluna lombossacra há três meses. Comparece à unidade básica de saúde para atendimento médico. Ao exame físico, verificou-se assimetria de ombros e posição antálgica com marcha claudicante e prova de Lassegue positiva. Solicitados exames complementares, verificou-se presença de espondilose grave e espondilolistese grau II de L5 sobre S1. Alega que sua doença é proveniente do seu trabalho. Quanto às condutas que devem ser realizadas pelo médico assistente, considere as afirmativas a seguir: I. A presença de espondilose grave na faixa etária do paciente, associada à sua atividade profissional, pode indicar doença relacionada ao trabalho. II. A Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) deve ser preenchida (parte médica) ou aberta pelo médico que atende a este paciente, devido à presunção de doença ocupacional, sendo a notificação compulsória. III. Considerando a doença como de origem ocupacional, a classificação de SCHILLING neste caso seria a do tipo I, ou seja, a atividade profissional foi causa necessária ao aparecimento do agravo. IV. O médico deve prescrever anti-inflamatórios e repouso por 5 dias. Se o paciente evoluir sem dor, a CAT pode ser anulada. Assinale a alternativa correta.

Melhor opção terapêutica na hemorragia digestiva alta por varizes de esôfago:
Em relação às cardiopatias congênitas, é correto afirmar que:
Na toxicidade sistêmica provocada por anestésicos locais:
Mulher, 73 anos de idade, com hipercolesterolemia, apresentou síncope de duração de 5 minutos em domicílio. Filha nega uso de medicações, exceto sinvastatina e colírio para glaucoma. Esteve no cardiologista há 3 meses, que não recomendou novas medidas. Foi trazida ao PA onde se apresenta confusa, com pulso radial de 36 bpm, com pausas à inspiração. TA: 120x60mmHg, FR: 20ipm. Mucosas coradas, sem sinais neurológicos de localização ou de irritação meníngea. Pulmões limpos. Ausculta cardíaca mostra bulhas arrítmicas à custa de pausas, que duram até 30 segundos, além de sopro sistólico suave em foco aórtico. A causa mais provável desse quadro é:
Compartilhar