Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Gastroenterologia

Pediatria Geral

Maria, 3 meses, vem ao ambulatório com história de regurgitação, caracterizada por cerca de 4 episódios ao dia, desde o primeiro mês de vida. Não há associação com tosse ou apneia. O peso e desenvolvimento estão adequados. Qual das condutas abaixo não é apropriada para o caso?

A
Caso apresente, corrigir erros dietéticos, evitando a oferta de volumes excessivos.
B
Não interferir com o aleitamento materno, não realizando nenhuma tentativa de regular horário.
C
Tranquilizar a família com esclarecimentos sobre o caso.
D
Indicar o uso de bebê conforto e cadeirinhas para posicionamento do bebê durante o sono.
E
Prescrever ranitidina apenas para pacientes que apresentam desconforto devido à pirose e pelo menor período possível.
Sobre a hanseníase, considere as seguintes afirmativas: 1. O diagnóstico de hanseníase deve ser confirmado pela histopatologia. 2. Na hanseníase lepromatosa, os nódulos, as placas e as áreas endurecidas constituem locais ótimos de biópsia. 3. A hanseníase lepromatosa não está associada à hipergamaglobulinemia difusa. 4. Os fármacos usados no tratamento da hanseníase incluem a dapsona, a clofazimina e a rifampicina. 5. Alguns aminoglicosídeos possuem ação contra o Mycobacterium leprae. Assinale a alternativa correta.
Paciente com 67 anos, sexo feminino, procura assistência médica devido a dor e rigidez na musculatura da cintura escapular e pélvica de início há 30 dias, após o falecimento do marido. Nega sintomas relacionados ao aparelho cardíaco, pulmonar, urinário e gastrointestinal. Exames laboratoriais com discreta anemia normocítica normocrômica, VHS 98 mm, proteína C reativa ultrassensível 45,1 mg/L. Qual o provável diagnóstico dessa paciente?
Em relação aos hemangiomas vertebrais, é correto afirmar que:
Uma paciente feminina, 24 anos, apresenta constipação intestinal que se acentuou durante a gravidez. Procura atendimento devido à dor anal intensa durante a evacuação, que persiste por horas. Apresenta sangramento vivo sobre as fezes. Qual sua hipótese diagnóstica e sua conduta inicial?
Compartilhar