Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Maria, 35 anos, gesta III/II, II partos normais, foi trazida pelos vizinhos para maternidade apresentando crises convulsivas tônico-clônicas generalizadas. Ao examinar a paciente você verificou pressão arterial de 180x120 mmHg, edema de membros inferiores, fundo uterino de 36 cm, BCF 120 bpm, colo posterior e fechado. Um vizinho informa que a mesma não faz pré-natal e faz uso irregular de medicação anti-hipertensiva. A conduta adequada para Maria, neste momento, é:

A
indicar cesariana.
B
iniciar sulfato de magnésio e hidralazina venosa.
C
fazer diazepan venoso para prorrogar cesariana.
D
iniciar sulfato de magnésio e induzir o parto com ocitocina.
Glaucoma Primário de Ângulo Fechado, assinale a alternativa correta:
Depósitos corneanos estão associados com as seguintes mucopolissacaridoses.
Paciente comparece à consulta com queixa de perda visual de início há dois dias, gradual, que no momento alcançou perda total da visão em olho direito. Relata que há algumas horas iniciou dor intensa. Refere ser diabético em uso irregular de medicação, hipertenso em acompanhamento. Nega traumas. Ao exame, observa-se hiperemia difusa, reflexo direto diminuido, tensão ocular elevada e à lâmpada de fenda evidencia ausência de ângulo estreito. Com base no quadro anterior, é correto afirmar que a hipótese diagnóstica mais provável para o quadro é:
Homem de 62 anos, tabagista, com antecedentes de claudicação intermitente em panturrilha direita para 100 metros, procura o pronto-socorro com quadro clínico típico de obstrução arterial aguda no membro inferior direito. Não é cardiopata e, no exame arterial do membro inferior esquerdo, notou-se ausência de pulsos tibiais com fluxo monofásico ao Doppler. A provável causa da oclusão arterial é:
Compartilhar