Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Infectologia

Marque a alternativa incorreta:

A
Para que ocorra transmissão de Dengue, é necessário que o Aedes aegypti, após picar uma pessoa doente e o vírus se multiplicar, pique uma pessoa sadia
B
Os fatores de risco relacionados com a Febre Hemorrágica do Dengue referem-se à cepa viral, idade do indivíduo, anticorpo anti-dengue pré-existente, imunidade, genética do hospedeiro e locais com transmissão simultânea de mais de um sorotipo
C
Os sinais e sintomas de encefalite: diminuição do nível de consciência, letargia, confusão, coma, rigidez de nuca e paresia podem estar associados com as formas graves de dengue
D
Pesquisa realizada em Goiânia, numa parceria da Secretaria Municipal de Saúde e UFG através do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, demonstrou que uma parcela significativa da população já teve dengue
E
No Brasil já foi comprovada a circulação de mais de um sorotipo do vírus, o que no cenário epidemiológico local, não aumenta o risco de casos de Febre Hemorrágica do Dengue
Paciente de 76 anos, sexo masculino, com plenitude pós-prandial há três meses, seguida de vômitos pós-alimentares. Relata emagrecimento de 9 kg neste período (peso habitual 70 kg). Realizou endoscopia digestiva alta que evidenciou lesão ulcerada localizada no terço distal do estômago, impedindo a passagem do endoscópio. O exame anatomopatológico de biópsia realizada durante a endoscopia, mostrou tratar-se de carcinoma do tipo intestinal de Laurén. Radiografia de tórax e tomografia computadorizada abdominal sem alterações significativas. Foi indicada terapia nutricional pré-operatória por sete dias. Dentre as opções terapêuticas abaixo, assinale a mais adequada.
Paciente do sexo masculino, 26 anos, queixa-se de gotejamento intermitente de sangue vivo às evacuações nos últimos dois anos, além de prurido anal esporádico. Nega dor abdominal, perda ponderal e alterações do hábito intestinal. Tia materna faleceu por câncer do cólon ascendente aos 68 anos. O exame físico geral e abdominal não mostra alterações. A inspeção perianal revela grandes mamilos hemorroidários prolapsados, irredutíveis, sem sinais flogísticos ou de sangramento. Ao toque, a mucosa é lisa, o tônus anal é normal sem massas palpáveis. A próxima conduta indicada deve ser:
Assinale a opção CORRETA em relação ao exame físico do joelho.
Prematuro de 28 semanas de idade gestacional apresentou síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido. Utilizou ventilação mecânica e uma dose de surfactante. Com 7 dias de vida, detectaram-se sopro, precórdio hiperdinâmico e taquicardia. Aos 14 dias de vida, iniciou com distensão abdominal, sendo notado pneumatose intestinal no exame radiológico. Referente à evolução dessa criança, assinale a alternativa CORRETA.
Compartilhar