Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Marque a informação errada sobre o câncer do cárdia:

A
O câncer do cárdia é uma afecção insidiosa e o diagnóstico precoce ainda é casuísmo
B
Na maioria das vezes o adenocarcinoma do cárdia é diagnosticado tardiamente devido ao sintoma de disfagia ser tardio e o tumor na maioria das vezes se encontra em fase avançada
C
O exame radiológico contrastado de esôfago, estômago e duodeno deve ser empregado como primeiro exame quando há predomínio de disfagia
D
A endoscopia com biópsia é o exame mais importante para confirmação do diagnóstico e definição da extensão da doença
E
Considerando-se a infecção pelo H. pylori e sua possível relação com lesões pépticas e malignas do estômago, podemos afirmar que o adenocarcinoma do cárdia é decorrente da presença da bactéria
No planejamento do fechamento de uma ferida resultante de um trauma em um paciente que se apresenta no Pronto-Socorro é incorreto:
Espécies de candida são a causa mais comum de infecções fúngicas invasivas em humanos. A candidíase invasiva é uma doença do progresso médico que reflete os avanços da tecnologia do tratamento de saúde. Os fatores de risco implicados na sua maior frequência são:
Na síndrome da revascularização, após desobstrução arterial aguda no membro inferior, o paciente
Uma paciente procura um pronto socorro, em 8/11/08, com queixa de dor em cólica em hipogástrio e sangramento transvaginal. Na história, encontra-se DUM em 10/09/08, Gesta I, para I e aborto 0. Nega método contraceptivo. Vida sexual ativa. Sem antecedentes pessoais e familiares, informa que já tinha feito teste de gravidez há 2 dias (?-HCG 10.200 mUI/mL). Ao exame físico: colo fechado, levemente doloroso, sangramento de pequena quantidade, útero amolecido, palpa-se no toque bimanual em fundo de saco lateral esquerdo uma massa de consistência “borrachosa”, sensível no local, em torno de 2 cm. Lado direito livre. É realizada uma ultrassonografia transvaginal e apresenta laudo: Útero com miométrio homogêneo, eco endometrial espesso e complexo, volume uterino de 81 cm³, massa heterogênea 2 cm em anexo esquerdo, ovário direito de textura habitual medindo 3 cm³, fundo de saco livre. Exames laboratoriais: ?-HCG 6.800 mUI/mL, progesterona sérica 15ng/mL, hematócrito 38% hemoglobina 12g/dL, leucócitos 6.800 mm³ (sem desvio para a esquerda). Qual o seu diagnóstico e conduta?
Compartilhar