Questões na prática

Dermatologia

Masculino, 42 anos, alcoolismo pesado, queixa de diarreia, apresentando lesões de pele eritematobolhosas, exsudativas, com extensas áreas erosadas e bordos confluentes, pescoço e dorso dos braços e mãos, fotossensíveis. Diante desse quadro, foi diagnosticada qual deficiência vitamínica?

A
Vitamina C (ácido ascórbico).
B
Vitamina B3 (niacina).
C
Vitamina B1 (tiamina).
D
Vitamina B2 (riboflavina).
E
Vitamina B6 (piridoxina).
Considere as afirmativas: I- a população idosa é particularmente propensa a alterações nutricionais devido a fatores relacionados às modificações fisiológicas e sociais, ocorrência de doenças crônicas, uso de diversas medicações , dificuldades com a alimentação, depressão e alterações da mobilidade com dependência funcional. II -o processo natural de envelhecimento associa-se a uma redução de acuidade visual devido às alterações fisiológicas das lentes oculares, ao déficit de campo visual e as doenças de retina. Cerca de 90% das pessoas idosas necessitam de uso de lentes corretivas para enxergar adequadamente. III- a avaliação cognitiva deve fazer parte da avaliação clínica, pois, auxilia na identificação das principais alterações na saúde mental das pessoas idosas. O desempenho físico e social do idoso depende da integridade de suas funções cognitivas. A perda de memória recente e a habilidade de cálculo são indicadores sensíveis de redução dessas funções. Quais estão corretas?
Em um pronto-socorro dão entrada dois pacientes: uma jovem que, após ter terminado um relacionamento, fez uso de grande quantidade de etilenoglicol; e um escolar que acidentalmente ingeriu grande quantidade de ácido acetilsalicílico. Dentre os exames laboratoriais solicitados, chegaram às mãos do plantonista, os seguintes resultados respectivamente da jovem e do escolar:
Um paciente de 58 anos é admitido no CTI em função de um IAM com supradesnivelamento do segmento ST em parede infero-dorsal. Apesar de terapia trombolítica (t-PA) ser iniciada em um ?t compatível ( 4 horas desde o início da dor), não há sinais clínicos, eletrocardiográficos ou enzimáticos de reperfusão. O paciente, todavia, evolui bem, sem instabilidade hemodinâmica ou arritmias cardíacas. No 5º dia de evolução, porém, o paciente desenvolve dispneia súbita, associada a quadro de franco edema agudo de pulmão (EAP). Ao exame físico, além dos sinais próprios do EAP, está presente um intenso sopro sistólico (4+/6+) em ponta; a pressão arterial é de 100x60 mmHg, a frequencia cardíaca é de 120 bpm e a respiratória, 36 irpm. Todas as intervenções terapêuticas abaixo apresentadas foram consideradas, sendo apenas uma EQUIVOCADA. Assinale a conduta inadequada em razão do exposto:
Paciente, na menopausa, que sofreu histerectomia no passado; qual o tipo de terapia de reposição hormonal indicado?
Compartilhar