Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Menina com 1 ano de idade é levada ao pediatra com história de febre há 2 dias, escurecimento da urina e irritabilidade. Ao exame não são observados sinais de infecção de vias aéreas, e a criança apresenta-se febril. A urocultura, colhida em condições ideais, revela-se positiva para Escherichia coli. Além da terapêutica antimicrobiana e das uroculturas para controle, recomenda-se:

A
ultrassonografia de rins e vias urinárias e urografia excretora.
B
ultrassonografia de rins e vias urinárias e uretrocistografia miccional.
C
urografia excretora e renograma.
D
apenas ultrassonografia de rins e vias urinárias.
E
apenas o seguimento, por ser o primeiro episódio.
Em relação às intoxicações exógenas e seus antídotos, correlacione os antídotos (coluna da esquerda) com a intoxicação exógena correspondente (coluna da direita). 1. Flumazenil. 2. N-acetilcisteína. 3. Octreotide. 4. Cálcio. 5. EDTA. ( ) Chumbo. ( ) Paracetamol. ( ) Sulfunilureia. ( ) Hipermagnesemia. ( ) Venlafaxina. Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna da direita, de cima para baixo.
Recém-nascido a termo, pequeno para idade gestacional, baixo peso, nasceu de parto cesárea, com apgar 5 e 8, peso de 1600 g, HTº 65%, PCR negativo. Evoluiu com desconforto respiratório leve, porém persistente, com crises de cianose, hipoglicemia persistente e icterícia precoce, além de irregularidade na absorção das dietas. A hipótese diagnóstica para esse recém-nascido é:
Em paciente com grande queimadura, a causa primária de choque é:
Paciente do sexo masculino, 38 anos, pedreiro, casado, natural e procedente de Natal, é admitido em pronto-socorro queixando-se de dor abdominal difusa e febre alta, que se seguiu a sonolência. O acompanhante revela que o quadro se instalou nas últimas 48 horas e que o paciente é portador de cirrose hepática de etiologia alcoólica. Ao examiná-lo, o médico evidencia sonolência, miose, taquisfigmia, temperatura de 38 graus centígrados, torpor. Não há sinais de irritação meningo-radicular. A ausculta cardiopulmonar não acrescenta novos dados. O exame abdominal revela ascite tensa. A intervenção terapêutica correta para esse caso é:
Compartilhar