Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Menina com dois meses e meio de idade apresenta icterícia desde o primeiro dia de vida, acompanhada de acolia fecal e colúria desde o 10º dia de vida. Ao exame: BEG, peso e estatura adequados para a idade, afebril, icterícia de pele e conjuntivas +++/++++, fígado palpável a 5 cm de rebordo costal direito, na linha hemiclavicular direita de superfície irregular, bordo rombo, consistência dura e baço palpável a dois centímetros do rebordo costal esquerdo e consistência aumentada. Exames laboratoriais: AST = 250 UI/L (14 a 36 UI/L); ALT = 185 UI/L (9 a 52 UI/l); FA = 600 UI/l (145-320 UI/L); ? GT = 1 200 UI/L (12 a 43 UI/L); US: não visualizada vesícula biliar; biópsia hepática: fibrose portal com pontes porta-porta delimitando nódulos; proliferação ductal e trombos biliares nos ductos interlobulares. O diagnóstico é de:

A
hepatite congênita.
B
atresia biliar.
C
cisto de colédoco.
D
estenose do colédoco.
E
galactosemia.
Presença de hipercelularidade mesangial e endotelial, infiltrado glomerular polimorfonuclear, depósitos imunes, granulares, subendoteliais de IgG, IgM, C3 e depósitos subepiteliais em forma de corcovas (humps) caracterizam anatomopatologicamente a:
Paciente de 80 anos, com arterioesclerose generalizada, interna com quadro de insuficiência renal aguda (IRA), 4 dias após realização de aortografia. Ao exame físico, notava-se livedo reticularis em membros inferiores, dedos dos pés azulados, hipocomplementenemia e eosinofilúria. O diagnóstico mais provável é:
Com relação à pneumonia por hipersensibilidade, assinale a alternativa CORRETA:
Um paciente chega ao PS com queixa de palpitação e tonturas. Seu exame físico evidencia paciente pálido, discretamente torporoso, com PA = 70 X 40 mmHg e congestão pulmonar. No monitor, evidenciou-se taquicardia de QRS alargado com uma morfologia. A conduta de escolha para esse caso é:
Compartilhar