Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Menina com dois meses e meio de idade apresenta icterícia desde o primeiro dia de vida, acompanhada de acolia fecal e colúria desde o 10º dia de vida. Ao exame: BEG, peso e estatura adequados para a idade, afebril, icterícia de pele e conjuntivas +++/++++, fígado palpável a 5 cm de rebordo costal direito, na linha hemiclavicular direita de superfície irregular, bordo rombo, consistência dura e baço palpável a dois centímetros do rebordo costal esquerdo e consistência aumentada. Exames laboratoriais: AST = 250 UI/L (14 a 36 UI/L); ALT = 185 UI/L (9 a 52 UI/l); FA = 600 UI/l (145-320 UI/L); ? GT = 1 200 UI/L (12 a 43 UI/L); US: não visualizada vesícula biliar; biópsia hepática: fibrose portal com pontes porta-porta delimitando nódulos; proliferação ductal e trombos biliares nos ductos interlobulares. O diagnóstico é de:

A
hepatite congênita.
B
atresia biliar.
C
cisto de colédoco.
D
estenose do colédoco.
E
galactosemia.
Hérnia que tem como conteúdo o Divertículo de Meckel e hérnia que tem como conteúdo o Apêndice Cecal são denominadas, respectivamente, como:
Um senhor de 65 anos foi submetido à retossigmoidectomia convencional eletiva, com anastomose colorretal, por neoplasia de reto. Não houve intercorrências na operação. O paciente é hipertenso, diabético e ex-tabagista. Teve infarto agudo do miocárdio há 8 meses, tendo sido feita angioplastia e colocação de stent. O paciente apresentou febre de 38,1°C no 4º dia pós-operatório. Provável causa da febre e conduta a ser adotada:
Um paciente está com taquicardia, midríase não reagente à luz, secura da pele e hipertermia discreta. O diagnóstico mais provável é:
Paciente feminina 47 anos, com queixas de dor em região epigástrica de moderada intensidade piorando com ingestão de alguns alimentos, refere que o pai faleceu com câncer gástrico, ao exame físico presença de dor a palpação somente em região epigástrica. HDA realizada a três dias com o seguinte diagnóstico-esofagite erosiva; estômago e duodeno normais e H. Pylory positivo, frente este caso qual a melhor conduta:
Compartilhar