Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Doenças Respiratórias

Menina de quatro anos de idade é atendida no setor de emergência com quadro de tosse seca, febre alta intermitente há três dias, diminuição do apetite, dor abdominal e perda de peso. Ao exame apresenta Temperatura axilar de 38,7°C, Frequência Respiratória de 48irpm/min, retração intercostal, Murmúrio vesicular diminuído à direita com presença de estertores crepitantes e ausência de sibilos. Laboratório: leucograma com 22.000 leucócitos com desvio para a esquerda e Raios-X de tórax com condensação em lobo superior direito. O agente etiológico mais provavelmente relacionado ao quadro seria:

A
Mycoplasma pneumoniae;
B
Adenovírus;
C
Staphilococcus aureus;
D
Estreptococcus pneumoniae.
Sobre nódulo tireoidiano é FALSO afirmar:
Os tumores benignos do fígado são frequentemente assintomáticos. O tumor que apresenta MAIOR INCIDÊNCIA de sintomas é:
Cerca de 80 a 90 % das pancreatites agudas são autolimitadas. No entanto, 10% evoluem com extrema gravidade. Os critérios de Ranson são os mais empregados para avaliar gravidade e pacientes com escore igual ou maior que 3, apresentam maior mortalidade. São sinais de gravidade na pancreatite aguda, EXCETO:
Mulher de 23 anos, usuária de cocaína IV, chega à emergência sonolenta, desorientada, taquipneica, com febre alta, dor pleurítica bilateral e tosse produtiva com expectoração sanguino-purulenta há 3 dias. Qual dos seguintes diagnósticos pode justificar o quadro acima?
Compartilhar