Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Menino, 13 anos de idade, refere ganho de peso excessivo nos últimos 6 meses. Nega queixas respiratórias e urinárias. Dorme cedo e é “preguiçoso” para levantar de manhã. Evacua a cada dois dias, fezes marrons, endurecidas, ocasionalmente faz esforço para evacuar. Não toma café da manhã, não consome verduras e frutas, somente arroz e feijão em grande quantidade, carne (2 a 3 bifes médios) e dois copos de refrigerante no almoço e jantar; salgadinhos fritos no recreio da escola. Frequenta escola pela manhã, tendo rendimento escolar regular. Joga futebol por 40 minutos, duas vezes por semana, na aula de educação física. Mãe e pai têm peso proporcionado para altura. É filho único. Ao exame: bom estado geral, hidratado, tireoide palpável, de tamanho e consistência normais; exame do tórax sem alterações; panículo adiposo bem desenvolvido na região abdominal, sem outras alterações. Apresenta estrias esbranquiçadas no tórax, abdome e dorso. T. Axilar = 36,8°C; PA = 110 x 70 mmHg; estadiamento puberal de Tanner: P2 e G3. Encontra-se no percentil 97 para altura, pouco acima do limite superior do canal familiar (que se encontra entre os percentis 5 e 95) e acima do percentil 97 para peso; índice de massa corporal e prega cutânea tricipital acima do percentil 95. Os exames subsidiários MAIS indicados neste caso são:

A
dosagem de glicemia de jejum; colesterol e frações, triglicérides.
B
radiografia de mão e punho esquerdos; dosagem de glicemia de jejum; colesterol e frações, triglicérides.
C
radiografia de mão e punho esquerdos; avaliação da função tireoidiana; dosagem de glicemia de jejum; colesterol e frações, triglicérides e cortisol.
D
não solicitar exames nesta consulta.
As anemias são classificadas pela sua causa e pelo tamanho da célula vermelha. Sobre esse assunto, responda o correto.
Paciente feminina, 18 anos, é levada à consulta por apresentar, há mais ou menos seis semanas, dor nos joelhos e tornozelos, edema em ambas as mãos e febre intermitente com perda de peso. Exceto pelo edema nas mãos, o exame físico é normal. Três anos antes dessa consulta, apresentou trombocitopenia, tendo sido feito, à época, o diagnóstico de púrpura trombocitopênica idiopática. Depois de ter recebido esse diagnóstico, num verão, desenvolveu lesões na pele, após exposição solar e, em outra ocasião, apresentou feridas na boca. Atualmente, tem hematócrito de 25% com teste de Coombs positivo e exame de urina com múltiplas hemácias. De posse desses dados, conclui-se que o diagnóstico mais provável é:
São medidas para o tratamento da hipercalemia, EXCETO:
Das síndromes de poliposes hereditárias citadas abaixo, qual apresenta menor potencial de malignização para câncer colorretal?
Compartilhar