Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Reumatologia

Ortopedia

Doenças Respiratórias

Menino, 8 anos, negro, há 5 dias com aumento do volume, calor, vermelhidão e dor intensa no joelho direito que dificultam a deambulação, acompanhados de febre há dois dias. Joga futebol diariamente, mas nega traumatismo. Antecedente de pneumonia aos sete anos de idade. Exame físico: estado geral satisfatório, toxemiado, T 38,7°C, tecido celular subcutâneo escasso, linfoadenomegalia inguinal bilateral, escoriações e hematomas em pernas e muita dor à movimentação. A hipótese diagnóstica e a conduta são:

A
Artrite tuberculosa, radiografia de tórax
B
Artrite séptica, punção articular
C
Artrite isquêmica, prova de faleização
D
Artrite reumatoide, pesquisa de fator reumatoide
E
Artrite traumática; radiografia simples do joelho
Durante exame de rotina em paciente de 25 anos, é detectada uma massa no testículo direito. Em relação a investigação complementar deste paciente, analise as assertivas abaixo: I) Os marcadores séricos a serem solicitados para este paciente são o CA 19-9, o BetaHCG e a desidrogenase lática.; II) A ultrassonografia escrotal pode distinguir lesões testiculares intrínsecas das extrínsecas.; III) Nenhum dos marcadores tumorais é suficientemente especifico para estabelecer o diagnóstico de câncer de testículo na ausência de confirmação histológica.; IV) O diagnóstico de seminoma se baseia no aumento da Alfa-fetoproteína e na analise anatomopatológica.; V) Uma dosagem de desidrogenase lática significativamente elevada tem valor de prognóstico independente em pacientes com seminoma avançado. Estão corretas:
A apresentação clínica mais comum do divertículo de Meckel é a hemorragia digestiva. A causa habitual desse sangramento é:
Paciente de 25 anos apresentou quadro compatível com cólica renal à direita, tendo sido encaminhado à emergência. Os exames mostraram cálculo de 4 mm localizado no ureter distal e leve hidronefrose. A avaliação laboratorial não revelou anormalidades. A dor em cólica aliviou de maneira substancial após analgesia intravenosa. Considerando as opções abaixo, qual a mais indicada para o manejo inicial?
Paciente de 65 anos, previamente hígido, assintomático, sem história familiar de câncer de próstata, veio à consulta por apresentar um PSA de 15 ng/ml. O toque retal não revelou alterações. Foi submetido a biópsia de próstata guiada por ultrassonografia, cujo diagnóstico foi de adenocarcinoma de próstata, Gleason 9 (4+5) em todos os fragmentos do lobo direito. Para complementação do estadiamento clínico da doença, considere os exames abaixo. I - Tomografia computadorizada de crânio; II - Cintilografia óssea; III - Ressonância magnética da pelve. Quais deles devem ser solicitados?
Compartilhar