Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Menino com 2 meses de idade é levado a uma Unidade Básica de Saúde, pois a mãe está muito preocupada com o aumento de suas mamas. Ao examiná-lo, o médico detecta tecido mamário hipertrofiado, com mamas com diâmetro de cerca de 2,5 cm. O médico deve orientar:

A
observação, pois a ginecomastia é transitória e decorrente de estimulação pelos hormônios maternos.
B
observação, pois a ginecomastia é um achado raro, porém benigno em lactentes, tornando-se problema estético se persistir até a idade escolar.
C
realização de ultrassonografia.
D
retirada cirúrgica, pois se trata de criança do sexo masculino, com possibilidade elevada de tumor de comportamento maligno.
E
realização de dosagem de prolactina e estrógeno, para investigar a presença de tumor produtor de um desses hormônios.
Paciente de 25 anos, com espondilite anquilosante, relata episódios de "olho vermelho". Queixa-se de dor ocular à esquerda, de intensidade moderada e severa, fotofobia local e leve diminuição da acuidade visual. À inspeção simples do olho esquerdo, é possível observar miose e hiperemia conjuntival predominantemente pericerática, sem secreção ocular. A investigação oftalmológica deve levar ao diagnóstico de:
Os novos anticoagulantes orais têm eficácia comprovada para o tratamento da Trombose Venosa Profunda (TVP), Tromboembolismo Pulmonar (TEP) e prevenção de AVE isquêmico. Dos medicamentos atualmente disponíveis para uso clínico l o inibidor direto da trombina é:
Considere as afirmativas a seguir, relacionadas ao tratamento das fases inicias do choque: I. Em geral a ressuscitação volêmica é iniciada para todos os pacientes com 1 a 1,5 litros de solução de ringer com lactato e volumes adicionais são realizados com solução fisiológica (NaCl a 0.9%).; II. A dobutamina é uma catecolamina sintética utilizada como primeira opção para pacientes em choque.; III. A noradrenalina por causar vasoconstricção renal e diminuição da filtração glomerular não é recomendada como primeira opção para pacientes que permanecem hipotensos após reposição volêmica.; IV. O uso de dopamina se associa a maior incidência de taquiarritmias e maior mortalidade quando comparada com a noradrenalina, não sendo mais a primeira opção para restauração rápida da PAM.; V. A vasopressina pode ser indicada no choque séptico, nos pacientes que persistem hipotensos com doses moderadas de noradrenalina e iniciaram a hidrocortisona. A alternativa que contém todas as afirmativas CORRETAS é:
Um paciente de 62 anos, portador de insuficiência venosa crônica, procura atendimento devido a uma ferida em região de maléolo medial da perna direita. O mesmo informa não realizar tratamento e que a ferida não cicatriza há 3 anos. Sobre a insuficiência venosa crônica, pode-se afirmar:
Compartilhar