Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Menino de 05 anos de idade, bem nutrido, sem nenhum sinal ou sintoma prévio, voltando de uma festa, apresenta leve quadro diarreico, seguido de dor abdominal que começou em torno da cicatriz umbilical e agora migra para baixo e para a direita. Temperatura axilar, 37,9 graus e retal, 39°. Não quer comer. À palpação, há sensibilidade maior no flanco e fossa ilíaca direitos. A radiografia simples do abdome é inexpressiva, exceto pela presença de fecalito no limite inferior do flanco direito. O toque retal, embora mais sensível na parede direita e mais alta do reto, revelou apenas presença de muco. Diante deste quadro clínico, o diagnóstico mais provável é:

A
apendicite.
B
diverticulite de Meckel.
C
invaginação intestinal.
D
enterite.
E
adenite mesentérica.
Paciente chega ao pronto socorro queixando de sangramento transvaginal há quatro dias. Informa que iniciou piora da quantidade de fluxo há três horas associada com uma dor de forte intensidade e que depois houve melhora da dor com diminuição do sangramento. Apresentava atraso menstrual de sete semanas, não usava método contraceptivo, é casada e secundigesta. Ao exame físico: colo fechado, sangramento transvaginal de discreta quantidade, útero de volume menor que o correspondente á idade gestacional. Assinale a alternativa que contém o diagnóstico e a conduta respectivamente.
A diabetes mellitus tipo 2 está intimamente associada à obesidade ou ao sobrepeso. Sobre o tratamento da hiperglicemia, qual alternativa contém apenas drogas que levam à perda de peso no diabético?
Para se evitar trombose arterial, é necessário inibir a agregação plaquetária. Dentre as substâncias (natural ou medicamentosa) abaixo, indique a que NÃO inibe a agregação das plaquetas:
Você avalia um paciente na sala de emergência e conclui que este é portador de uma ferida transfixante de mediastino. Sua conduta deverá ser:
Compartilhar