Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Menino de oito meses chega à Emergência por estar “muito paradinho”. Mãe informa que ele vem emagrecendo progressivamente após o desmame, aos seis meses. Ao exame físico, paciente em estado grave, desnutrido (-3DP), letárgico, hipotérmico, com enchimento capilar lentificado (> 3 segundos), icterícia, púrpura e hepatoesplenomegalia dolorosa. A conduta imediata mais recomendada nesse caso consiste em dar início a:

A
reidratação endovenosa; antibioticoterapia de largo espectro, glicose endovenosa, aquecimento e vitamina K1.
B
reidratação oral; antibioticoterapia de largo espectro, glicose endovenosa e vitamina K1.
C
reidratação venosa, aminoglicosídeo parenteral, glicose endovenosa e vitamina C.
D
reidratação oral; antibioticoterapia de largo espectro, glicose endovenosa, aquecimento e vitamina C.
E
reidratação oral; antibioticoterapia de largo espectro, glicose endovenosa, aquecimento e transfusão de plasma.
Considerando um paciente de 26 anos de idade, vítima de trauma abdominal com lesão esplênica e pancreática e indicação de esplenectomia e pancreatectomia, julgue o item a seguir. A pancreatectomia caudal é um procedimento de risco, pois a veia esplênica e a mesentérica inferior se unem na face posterior da cauda do pâncreas.
Considerando um paciente de 26 anos de idade, vítima de trauma abdominal com lesão esplênica e pancreática e indicação de esplenectomia e pancreatectomia, julgue o item a seguir. A ligadura da artéria esplênica próxima ao hilo proporciona isquemia imediata do baço.
Considerando um paciente de 26 anos de idade, vítima de trauma abdominal com lesão esplênica e pancreática e indicação de esplenectomia e pancreatectomia, julgue o item a seguir. Durante a esplenectomia, a secção do ligamento esplenorenal é o tempo cirúrgico mais simples, pois esse ligamento não está em contato com vasos ou outros órgãos, além do baço e rim.
Acerca da avaliação e do tratamento de pacientes politraumatizados, julgue os itens subsequentes. Os sinais mais precoces de síndrome compartimental são o deficit motor e o desaparecimento do pulso distal.
Compartilhar