Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

A.M.R.B., 22 anos, GIIPIA0, na 14ª semana de gestação realizou pesquisa de anticorpos pelo ELISA onde os resultados obtidos foram: IgM negativo e IgG positivo para rubéola; IgM negativo e IgG positivo para citomegalovírus; IgM positivo e IgG positivo para toxoplasmose. Sobre estes resultados é possível afirmar: I. Há imunidade materna para rubéola, toxoplasmose e citomegalovirose; II. Há risco de infecção fetal pelo citomegalovírus; III. Deve ser efetuado o teste de avidez da IgG para toxoplasmose e caso demonstre baixa avidez, orientar à gestante que trata-se de infecção pré-gestacional; IV. Há risco de infecção fetal pela rubéola. Quais são as corretas ?

A
Apenas I e II.
B
Apenas II.
C
Apenas II e III.
D
Apenas II, III e IV.
E
Apenas III, IV.
Em relação ao processo de cicatrização das feridas, qual das células abaixo predomina na fase proliferativa?
Considere uma paciente de 55 anos, mulher, 5 anos após IAM, com HAS e DM tipo II com sintomas importantes de DRGE. O tratamento clínico não teve sucesso adequado. Seu IMC é de 55. EDA realizada mostra esofagite severa com biópsia múltipla, mostrando alterações inlamatórias sem neoplasia. O melhor tratamento é:
Um jovem de 25 anos de idade que foi admitido recentemente em um hospital psiquiátrico com diagnóstico de depressão grave, complicada com psicose, é trazida ao serviço de urgências por piora do estado mental e febre. O paciente é incapaz de proporcionar antecedentes, porque está profundamente confuso e afirma que está em Marte. O psiquiatra informa ao clínico que o paciente iniciou recentemente uso de haloperidal e amitriptilina. Os achados físicos incluem temperatura de 40.6°C, rigidez muscular e pele seca. Iniciam-se medidas de resfriamento e acetaminofen. Qual dos seguintes agentes seria mais adequado neste momento?
Criança, sexo masculino, sete anos, história de amigdalite purulenta, tratada com penicilina benzatina três dias após o início dos sintomas. Após 7 dias de tratamento, notou-se urina escura, diminuição do volume urinário, edema e cefaleia. Na avaliação clínica, confirma-se presença de edema e a pressão arterial observada é de 130 x 90 mmHg, sem sinais de encefalopatia hipertensiva. Exames laboratoriais confirmam o diagnóstico de glomerulonefrite aguda pós-estrepcócica. Para o controle da hipertensão arterial, inicialmente você tomaria as seguintes condutas, exceto:
Compartilhar