Questões na prática

Pediatria

Cardiopediatria

Milton, 1 mês e 25 dias de idade, apresenta, há 24 horas, leve coriza hialina, tosse discreta, fezes líquidas amareladas (cerca de sete evacuações), febre alta que cede com paracetamol e reaparece algumas horas depois. Hoje teve várias “crises” de choro forte e está “um pouco diferente”. Recebe leite materno e fórmula láctea industrializada desde 28 dias de idade. Exame físico: peso 4.900 g, T.ax 39,1ºC, FC 144 bpm, FR 40 irpm; alterna períodos de choro intenso com apatia, irritável ao manuseio, hipertonia muscular difusa, fontanela plana levemente deprimida, elasticidade cutânea e turgor discretamente reduzidos, ausência de lágrimas, sede exacerbada, pulsos amplos e acelerados, extremidades acianóticas, ausculta cardiopulmonar, abdome e membros inferiores sem alterações. As duas principais hipóteses diagnósticas são:

A
invaginação intestinal/desidratação isotônica
B
meningite/desidratação hipertônica
C
estenose hipertrófica de piloro/desidratação hipertônica
D
fibrose cística/desidratação hipotônica
Os linfomas cutâneos de células T e NK maduras não incluem:
Nas hipercalcemias associadas a doenças granulomatosas, como tuberculose, sarcoidose ou ainda nos linfomas, o mecanismo fisiopatológico é:
O clínico geral solicitou para um arquiteto de 40 anos de idade, com queixa de cefaleia intermitente, um exame de ressonância magnética que mostrou um cisto coloide no terceiro ventrículo. A complicação mais comum dessa lesão é:
Uma menina de 1 ano de idade chega ao pronto-socorro, com história de febre, atingindo temperatura máxima de 38,2ºC, há 2 dias. Ao exame físico, apresenta-se em bom estado geral, descorada +, eupneica, acianótica, com boa perfusão periférica. FC de 120/min e FR de 34/min. Não apresenta sinais meníngeos, os pulmões estão livres. Na orofaringe, é observado hipertrofia de amígdalas, com presença de exsudado branco e gânglios cervicais posteriores moderadamente aumentados. A conduta mais adequada é:
Compartilhar