Questões na prática

Pediatria

Cardiopediatria

Milton, 1 mês e 25 dias de idade, apresenta, há 24 horas, leve coriza hialina, tosse discreta, fezes líquidas amareladas (cerca de sete evacuações), febre alta que cede com paracetamol e reaparece algumas horas depois. Hoje teve várias “crises” de choro forte e está “um pouco diferente”. Recebe leite materno e fórmula láctea industrializada desde 28 dias de idade. Exame físico: peso 4.900 g, T.ax 39,1º C, FC 144 bpm, FR 40 irpm; alterna períodos de choro intenso com apatia, irritável ao manuseio, hipertonia muscular difusa, fontanela plana levemente deprimida, elasticidade cutânea e turgor discretamente reduzidos, ausência de lágrimas, sede exacerbada, pulsos amplos e acelerados, extremidades acianóticas, ausculta cardiopulmonar, abdome e membros inferiores sem alterações. O exame complementar indicado é:

A
dosagem de eletrolítios no suor.
B
análise de liquor por punção lombar.
C
ultrassonografia abdominal.
D
pesquisa de elementos anormais nas fezes.
Lactente masculino nasceu na 40ª semana de gestação com peso = 3.100 g, comprimento = 50 cm e Perímetro Cefálico (PC) = 34 cm. Apresentando crescimento e desenvolvimento normais. Assim, aos 9 meses deve apresentar:
Recém-nascido que apresenta cardiopatia congênita canal-dependente necessita fazer uso de droga para manter o canal arterial patente. Entre os abaixo citados, qual o tipo de droga sugerida?
Paciente apresenta-se na emergência com melena. Nega hematêmese e hematoquezia. A origem mais provável desse sangramento é:
Assinale abaixo o valor limite de PCO2 acima do qual se confirma o diagnóstico de morte encefálica na prova da apneia.
Compartilhar