Questões na prática

Pediatria

Cardiopediatria

Milton, 1 mês e 25 dias de idade, apresenta, há 24 horas, leve coriza hialina, tosse discreta, fezes líquidas amareladas (cerca de sete evacuações), febre alta que cede com paracetamol e reaparece algumas horas depois. Hoje teve várias “crises” de choro forte e está “um pouco diferente”. Recebe leite materno e fórmula láctea industrializada desde 28 dias de idade. Exame físico: peso 4.900g, T.ax 39,1 ºC, FC 144 bpm, FR 40 irpm; alterna períodos de choro intenso com apatia, irritável ao manuseio, hipertonia muscular difusa, fontanela plana levemente deprimida, elasticidade cutânea e turgor discretamente reduzidos, ausência de lágrimas, sede exacerbada, pulsos amplos e acelerados, extremidades acianóticas, ausculta cardiopulmonar, abdome e membros inferiores sem alterações. A conduta inicial inclui antitérmico e hidratação venosa com soro:

A
fisiológico + glicosado a 5%.
B
ringer albuminado.
C
glicosado a 5%.
D
fisiológico.
Um menino de 3 anos, considerado pelos pais como ”tranqüilo e obediente”, sofreu importante queimadura na palma das mãos ao tocar no forno quente. Os pais estão muito ansiosos e querem saber como agir com o filho diante do risco de novos acidentes domésticos. A melhor orientação é:
Homem com 23 anos de idade, refere entorse do joelho direito jogando futebol. Queixa-se de dor, edema e incapacidade de apoiar o pé direito no chão. Refere ter escutado um estalo na hora do entorse do joelho direito. Na punção dessa articulação, encontramos hemartrose. Radiografias do joelho sem sinais de fratura .Qual é a hipótese diagnóstica?
A demência tem se tornado na atualidade alvo de preocupação de diversos pesquisadores, não só por sua prevalência, mas principalmente pela observação do crescente envelhecimento populacional. Qual assertiva reúne dados corretos que merecem a consideração do clínico na abordagem à demência?
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue o item a seguir. O coagulograma completo é dispensável, a menos que haja história pessoal ou familial de coagulopatia ou hepatopatia, em operações de grande porte ou vasculares e em pacientes que fazem uso de drogas que possam alterar a coagulação.
Compartilhar