Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Morgana, 15 anos, namora Roger, de 18 anos, há três anos. Há dois dias teve sua primeira relação sexual e procurou atendimento médico porque não quer engravidar. Relata menarca aos 13 anos, com ciclo menstrual regular. Na avaliação de Morgana você identifica que existe risco de gravidez após esta relação, considerando o período menstrual. Sua orientação, neste momento, é:

A
estimular Morgana para que converse com Roger.
B
indicar o uso imediato da “pílula do dia seguinte”.
C
solicitar o comparecimento de um dos pais.
D
marcar retorno para ver ß HCG.
Paciente, 12 anos de idade, sexo feminino, é internada com quadro de febre há 2 semanas, com edema periorbitário bilateral, tosse improdutiva, dor de garganta. Ao exame, BEG, febril, descorada (+/4). Edema periorbitário bilateral, hiperemia de orofaringe; gânglios palpáveis, móveis, dolorosos, de consistência fibroelástica, não aderidos a planos profundos, em cadeias cervical posterior, retroauricular, axilar e inguinal. Abdome com discreta hepatoesplenomegalia. Hemograma com 15.400 leucócitos, 30% segmentados, 50% linfócitos, 20% de atípicos. TGO e TGP pouco elevadas. O exame a ser solicitado para elucidar o diagnóstico é:
Paciente, cinco anos, foi levado à consulta, pois o clínico que atendeu o menino no Pronto-socorro suspeitou de um sopro cardíaco. Das cardiopatias acianóticas, qual apresentada a seguir é a mais frequente?
Uma criança de 2 anos de idade é levada a você porque se recusa a usar o braço direito. Há dor ao toque e ela não segura objetos com a mão esquerda. Negam trauma, mas recentemente a mãe puxou o seu braço quando ela se recusou a subir as escadas. O diagnóstico provável é:
Você está na sala de parto e o obstetra avisa que vai nascer um recém-nascido a termo com aproximadamente 3000g e que foi indicado cesárea por sofrimento fetal agudo, porém sem mecônio. Após o nascimento o RN encontrava-se em apneia sendo levado à mesa de reanimação, feito os passos iniciais em 30 segundos, mantendo-se todavia em apnéia. Foi iniciada ventilação com pressão positiva com ar ambiente e colocado o sensor de oxigênio. Como não melhorasse a técnica de ventilação foi checada e colocado oxigênio a 100%. Com 2 minutos de vida continuava em apnéia e a frequência cardíaca = 70bpm. Qual a conduta a seguir na sequência correta:
Compartilhar