Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Infectologia

Mulher, 34 anos de idade, procedente do interior de Minas Gerais, procura ambulatório de clínica médica queixando-se de diarreia importante nos últimos 4 dias. Refere 8 a 10 evacuações por dia, com fezes líquidas e de cheiro forte. Nega sangue ou muco nas fezes. Tem antecedente de meningite tuberculosa há 3 anos. Abusa de drogas ilícitas e sabe ser portadora do HIV há 12 anos. Nunca fez tratamento regular com antirretrovirais. O exame físico mostra a paciente em regular estado geral, desidratada 2+/4 e com diminuição da força muscular difusamente. Na investigação da etiologia da diarreia, o exame mais apropriado é:

A
Aspirado gástrico para Mycobacterium avium.
B
Coprocultura para Isospora belli.
C
Parasitológico de fezes para Giardia lamblia.
D
Pesquisa direta para Cryptosporidium parvum.
A demência tem se tornado na atualidade alvo de preocupação de diversos pesquisadores, não só por sua prevalência, mas principalmente pela observação do crescente envelhecimento populacional. Qual assertiva reúne dados corretos que merecem a consideração do clínico na abordagem à demência?
Um homem de 70 anos, fumante, foi internado por hematêmese e melena. A endoscopia digestiva alta revela uma úlcera duodenal com coágulo aderido. Opta-se por tratamento clínico com omeprazol intravenoso, 160 mg/dia, por 3 dias. Após 48 horas, o paciente apresenta melena e sua hemoglobina baixa 2 g%. É correto afirmar:
A presença, no exame radiológico, de pneumatoceles, derrame pleural e abscesso pulmonar, em lactente com broncopneumonia e estado geral comprometido, é indicativa de infecção causada mais provavelmente por:
As discromatopsias adquiridas comprometem principalmente:
Compartilhar