Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Mulher, 38 anos de idade, foi internada com dor forte no andar superior do abdome, há 12 horas, após comer feijoada. Referia ainda vômitos, parada de eliminação de flatos e fezes e persistência da dor, apesar do uso de analgésicos orais. Nega febre, colúria ou acolia fecal. Nos últimos anos, havia tido dores em cólica no hipocôndrio direito, de leve a moderada intensidade, que relacionou à ingestão de alimentos gordurosos, mas que melhorava com o uso de antiespasmódicos. Ao exame físico, apresentava regular estado geral, sem icterícia, PA = 150 x 95 mmHg, FC = 115 bpm, com dor à palpação e descompressão brusca dolorosa do abdome superior. Nesse momento, o exame que pode estabelecer a etiologia mais provável da doença é:

A
amilase sérica.
B
lipase sérica.
C
ultrassonografia do abdome.
D
tomografia do abdome.
A Endoscopia Digestiva Alta (E.D.A.) é um procedimento amplamente usado em crianças para diagnóstico de patologias do Tubo Digestivo Superior. São indicações para a EDA em crianças, exceto:
O seguimento do paciente com cirrose para diagnóstico de Hepatocarcinoma deverá ser feito como?
Paciente na Unidade de Terapia Intensiva apresenta nível 5 na escala de sedação de Ramsay. Em qual estado ele se encontra?
Paulo Sérgio, 19 anos, interna-se com dor de forte intensidade em membros inferiores e na região dorsal, que não melhoraram com o uso de dipirona oral. Exame físico: febre (38ºC), FC 110 bpm, PA 120 x 70 mmHg, hipocorado (++/4+), ictérico (++/4+). Aparelho cardiovascular e respiratório sem alterações. História de anemia diagnosticada aos 6 anos; no último ano foi internado em quatro ocasiões com quadro semelhante. Eletroforese de hemoglobina: HbS 97%, HbF 3%, HbA 0%. A terapêutica transfusional está indicada quando ocorre:
Compartilhar