Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Mulher, 42 anos de idade, apresenta intolerância a alimentos gordurosos. Não relata episódios prévios de icterícia ou dor abdominal. O exame ultrassonográfico do abdome demonstrou o diagnóstico de colecistopatia crônica calculosa. Com relação ao caso descrito é correto afirmar:

A
A ocorrência de colecistite aguda nesta doente é rara, pois a mesma tem mais de 40 anos.
B
Na colecistectomia é importante que se faça a abertura da via biliar principal para se excluir a presença de coledocolitíase.
C
Essa doente poderá ser tratada com ácido ursodeoxicólico, que permite a dissolução dos cálculos de vesícula, em curto período de tempo, baixo custo e baixo e baixo índice de recidiva.
D
Tem indicação de colecistectomia por via de acesso vídeo-laparoscópica pelo risco de complicações da litíase vesicular.
E
A melhor conduta é a colecistectomia através de incisão sub-costal.
Sobre os adenocarcinomas gástricos, é CORRETO afirmar:
A presença de vírus B mutante pré-core deve ser suspeitada na seguinte situação:
Em relação à Insuficiência Renal Aguda (IRA), todas as alternativas são corretas, EXCETO:
Em paciente cirrótico com nódulo hipervascularizado medindo 4 cm, com trombose portal associada e alfafetoproteína com alteração significativa, o provável diagnóstico é:
Compartilhar