Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Mulher, 42 anos de idade, apresenta intolerância a alimentos gordurosos. Não relata episódios prévios de icterícia ou dor abdominal. O exame ultrassonográfico do abdome demonstrou o diagnóstico de colecistopatia crônica calculosa. Com relação ao caso descrito é correto afirmar:

A
A ocorrência de colecistite aguda nesta doente é rara, pois a mesma tem mais de 40 anos.
B
Na colecistectomia é importante que se faça a abertura da via biliar principal para se excluir a presença de coledocolitíase.
C
Essa doente poderá ser tratada com ácido ursodeoxicólico, que permite a dissolução dos cálculos de vesícula, em curto período de tempo, baixo custo e baixo e baixo índice de recidiva.
D
Tem indicação de colecistectomia por via de acesso vídeo-laparoscópica pelo risco de complicações da litíase vesicular.
E
A melhor conduta é a colecistectomia através de incisão sub-costal.
Pré-escolar de quatro anos de idade, sexo masculino, é atendido no ambulatório de pediatria do Instituto de Medicina da Família da UNIVALI para controle de saúde. O interno do nono período do curso de medicina ao obter a anamnese constata que a mãe realizou apenas três consultas de pré-natal, não tendo realizado qualquer exame laboratorial, que a criança já apresentou seis episódios de otite média aguda, quatro supuradas, havendo negativa de qualquer história de envolvimento com drogas dos pais, porém não afastado a possibilidade de promiscuidade sexual. Ao exame físico constata-se membrana timpânica perfurada com secreção purulenta à otoscopia direita, adenomegalia cervical bilateral e axilar, com gânglios de 0,5 cm de diâmetros, fígado à 4 cm do rebordo costal direito e ponta do baço palpável, peso e estatura no percentil 25. A conduta mais adequada para o caso é:
Durante o acompanhamento ambulatorial, o pediatra identificou que um paciente portador de displasia broncopulmonar apresentava ganho ponderal insuficiente nos primeiros meses de vida. O pediatra solicitou uma série de exames laboratoriais. Após ver os resultados, concluiu que o ganho ponderal insatisfatório era devido:
De acordo com os princípios do controle de danos em trauma (damage control), leia as assertivas a seguir: (I) Trata-se de conduta cirúrgica sistematizada, frequentemente dividida em três tempos principais, cujo objetivo é interromper a cascata de eventos que determina a morte por hemorragia. (II) Pode ser empregado como último recurso para uma laparotomia mal sucedida. (III) O controle de danos é reservado a pacientes críticos e o tratamento multidisciplinar é essencial para um melhor prognóstico. Qual das alternativas abaixo contém as assertivas verdadeiras:
Um paciente com 35 anos foi submetido a uma tireoidectomia subtotal por bócio nodular atóxico. Cerca de 12 horas após a cirurgia passa a apresentar dispneia, taquipneia, sudorese, taquicardia, palidez cutâneo mucosa e PA de 90 X 60mmHg, além de tumefação cervical anterior. Seu curativo cirúrgico estava seco. A conduta imediata para o paciente deverá ser:
Compartilhar