Questões na prática

Cirurgia

Dermatologia

Oftalmologia

Dermatologia

Mulher, 48 anos, consulta com queixa de dor moderada no olho direito, de início súbito, fotofobia, visão borrada e hiperemia conjuntival. Nega secreção ocular ou episódio de trauma recente. Ao exame com pupila miótica, apresenta pouca resposta do reflexo pupilar. Percebem-se, também, lesões descamativas no couro cabeludo e cotovelos. A principal hipótese diagnóstica é:

A
Conjuntivite aguda.
B
Glaucoma agudo.
C
Pterígio.
D
Ceratite fúngica.
E
Uveíte aguda.
Quais dos sinais abaixo caracterizam, segundo os critérios de Jones, o diagnóstico de febre reumática, numa criança com infecção estreptocócica prévia?
Paciente de 65 anos, com queimaduras que atingiram 8% da superfície corporal, classificadas como de terceiro grau que ocorreram em ambiente fechado. Evoluiu para óbito cinco dias após por infecção originária provavelmente de:
Paciente de 65 anos, previamente hígido e trabalhador braçal, deu entrada no Pronto Socorro com náuseas e vômitos há 6 horas, dor inguinal direita intensa com irradiação testicular e aumento do volume em região inguinal. Refere ter sido submetido há 1 ano a prostatectomia por doença benigna. No exame clínico abaulamento irredutível em região inguinal acompanhado de dor intensa à palpação. Achado transoperatório de anel inguinal interno dilatado com preservação de parede posterior, contudo isquemia de alça de íleo encarcerada com omento. Neste caso o diagnóstico e tratamento prováveis são
Recém-nascido a termo com peso de 4 kg, parto normal apresentou, ao nascimento, cianose central e FC =80 bpm. Iniciadas manobras de reanimação com VPP com 100% de oxigênio, houve melhora da frequência cardíaca (120 bpm) após 60 segundos. Porém, mantinha-se cianótico e com respiração irregular todas as vezes que o oxigênio era retirado, mantendo FC > 100 bpm. Após 5 minutos de tentativa de retirada do oxigênio, assinale a alternativa que indica a conduta correta.
Compartilhar