Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher, 55 anos de idade, G0, assintomática, comparece à consulta em unidade básica de saúde. Informa durante consulta não ter antecedentes pessoais ou familiares de câncer. Ao exame clínico detalhado, não se detecta anormalidades. Neste caso a estratégia mais efetiva para se reduzir a mortalidade pelo câncer de mama é:

A
orientar a realização de mamografia independente de sintomas ou achados ao exame físico.
B
considerando a ausência de fatores de risco, o exame clínico pelo médico é adequado como forma de rastreamento e exames complementares são desnecessários.
C
a prevenção primária baseada em atividade física regular, evitar a ingestão alcoólica e evitar o uso de terapia hormonal, é mais eficiente do que estratégias de rastreamento.
D
o rastreamento neste caso é melhor realizado pela ultrassonografia das mamas, como em todas as mulheres que não tiveram gravidez.
Não é uma indicação ao uso da videolaparoscopia no trauma abdominal:
Considerando-se a frequência de neonatos que precisam de algum procedimento de reanimação e a rapidez com que tais manobras devam ser iniciadas , é correto afirmar que: I- A reversão da hipóxia, acidose e bradicardia depende basicamente da insuflação adequada dos pulmões com ar ou oxigênio. II- O balão autoinflável utilizado na reanimação neonatal não deve exceder 1000ml e estar conectado à fonte de oxigênio regulada a 10l/min. III- As indicações de Ventilação por pressão positiva (VPP) com balão e máscara incluem: apneia ou gasping, hérnia diafragmática, cianose persistente ou FC menor que 100bpm. IV- A inserção da sonda orogástrica deve ser realizada após VPP prolongada e serve para diminuir a distensão gástrica e evitar broncoaspiração. V- Na VPP, quando não se observa movimento torácico adequado, sempre devemos trocar o balão por de maior capacidade, assim como o tamanho da máscara. As afirmativas corretas são:
Qual o sintoma mais comum na doença hemorroidária interna?
Assinale a alternativa que apresenta as células predominantes durante a fase proliferativa de uma ferida em cicatrização.
Compartilhar