Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Mulher, 63 anos de idade, portadora de câncer uterino, relata perda de 7 kg do peso corporal nos últimos 2 meses. Previamente à internação, a sua dieta consistia de pão de milho, batata e cereais. Durante a internação, a ingestão de alimentos foi mínima e foi mantida com hidratação endovenosa. Ao exame físico: não possuía dentes; peso = 47 kg; altura = 150 cm. Submeteu-se a histerectomia e, cinco dias após, apresentou deiscência de sutura abdominal. Ao exame físico: perda significativa de cabelos, petéquias perifoliculares, principalmente nos membros inferiores, sangramento cutâneo nas áreas próximas às punções venosas e edema generalizado. Peso de 63 kg. Exames laboratoriais: albumina = 2 g/dl. O diagnóstico é:

A
Kwashiorkor e escorbuto.
B
Kwashiorkor e hipovitaminose K.
C
Marasmo e escorbuto.
D
Marasmo e hipovitaminose K.
O diagnóstico do local de obstrução em uma oclusão arterial aguda é feito baseado apenas em:
A intoxicação exógena por entorpecentes provoca sinais e sintomas oculares característicos. Qual é a correlação CORRETA entre as drogas e sinais/sintomas oculares típicos? 1. Ácido Lisérgico Dietilamida (LSD); 2. Etanol; 3. Cocaína; 4. Crack; 5. Cannabis. I. Nistagmo; II. Hipotensão ocular; III. Midríase; IV. Úlceras de córnea; V. Neuropatia óptica.
Dentre os medicamentos usados no tratamento da hiperplasia prostática, qual é o que pode interferir em cirurgias para cataratas, por causar frouxidão da íris?
Mãe de lactente de seis meses, que estava em aleitamento materno exclusivo, referiu que o filho chorava sem parar, não queria mamar e vinha apresentando vômitos há 24 horas. Contou ainda, que o abdome do bebê está "inchado" e notou a presença de "catarro" e sangue junto com pequena quantidade de fezes quando foi trocar a fralda. Negou presença de febre. Ao exame físico, os sinais vitais estavam normais. Foram solicitados exames, que apresentaram os seguintes resultados: hemograma - ausência de leucocitose; ultrassonografia abdominal - ausência de coleção ou líquido livre na pelve. O diagnóstico mais provável, o sinal ultrassonográfico característico dessa doença e o tratamento específico para esse caso, respectivamente, são:
Compartilhar