Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher, 66 anos, sabidamente diabética tipo 2 há mais de 10 anos, sem controle satisfatório, hipertensa em uso irregular de anti-hipertensivos, tabagista 30 anos/maço, assintomática, comparece à consulta para avaliação clínica de rotina. Ao exame físico, IMC: 40 kg/m², PA: 212x114 mmHG, FC: 99 bpm. Ausculta cardíaca: Bulhas cardíacas sem sopros. Ausculta respiratória: MV presente sem RA. Abdome e extremidades sem alterações. O eletrocardiograma revela hipertrofia ventricular esquerda. Nesse caso, quais as metas preconizadas para glicemia de jejum, HDL, LDL, triglicérides e PA?

A
<110 mg/dl; <40 mg/dl; < 160 mg/dl; < 200 mg/dl; < 160/100mm Hg.
B
<130 mg/dl; >40 mg/dl; < 100 mg/dl; < 250 mg/dl; < 140/90 mm Hg.
C
<100 mg/dl; >60 mg/dl; < 100 mg/dl; < 100 mg/dl; < 130/80 mm Hg.
D
<100 mg/dl; >50 mg/dl; < 70 mg/dl; < 150 mg/dl; < 120/80 mm Hg.
E
<110 mg/dl; <45 mg/dl; < 110 mg/dl; > 100 mg/dl; < 130/80 mm Hg.
A Flegmasia cerúlea dolens:
Constituem causas de elevação da calcitonina plasmática, exceto:
Em relação à regulação da resposta imune pelas células T, analise nas afirmativas a seguir: I. Células T migram da medula óssea para o timo, onde começam a expressar receptores para antígenos, sendo que, a maioria destes receptores tem duas cadeias, ? e ?, e são chamados receptores ?/?; II. Como uma consequência da seleção dentro do timo, algumas células T que têm avidez intermediária para autoantígenos entram na periferia, onde têm potencial para se transformarem em células efetoras patogênicas; III. Quando CD80 e CD86, duas proteínas de superfície de células B e células dendríticas, interagem com a molécula CD28 na superfície das células T, ocorre anergia ou tolerância imune, enquanto que a interação com CTLA-4 (“cytotoxic T - lymphocyt-associated antigen 4”) provoca ativação destas células; Analise:
Analise as alternativas abaixo, acerca da síndrome de secreção inapropriada de hormônio antidiurético (SIADH). I. São uns dos achados essenciais para o diagnóstico da SIADH; a diminuição da osmolaridade efetiva (< 275 mOsm/Kg de água) e osmolaridade urinária > 100 mOsm/Kg de água durante hipotonicidade. II. Sódio urinário > 40 mmol/L com ingestão de sódio na dieta normal. III. Função tiroidiana e adrenal normais. E responda:
Compartilhar