Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher, 66 anos, sabidamente diabética tipo 2 há mais de 10 anos, sem controle satisfatório, hipertensa em uso irregular de anti-hipertensivos, tabagista 30 anos/maço, assintomática, comparece à consulta para avaliação clínica de rotina. Ao exame físico, IMC: 40 kg/m², PA: 212x114 mmHG, FC: 99 bpm. Ausculta cardíaca: Bulhas cardíacas sem sopros. Ausculta respiratória: MV presente sem RA. Abdome e extremidades sem alterações. O eletrocardiograma revela hipertrofia ventricular esquerda. Nesse caso, quais as metas preconizadas para glicemia de jejum, HDL, LDL, triglicérides e PA?

A
<110 mg/dl; <40 mg/dl; < 160 mg/dl; < 200 mg/dl; < 160/100mm Hg.
B
<130 mg/dl; >40 mg/dl; < 100 mg/dl; < 250 mg/dl; < 140/90 mm Hg.
C
<100 mg/dl; >60 mg/dl; < 100 mg/dl; < 100 mg/dl; < 130/80 mm Hg.
D
<100 mg/dl; >50 mg/dl; < 70 mg/dl; < 150 mg/dl; < 120/80 mm Hg.
E
<110 mg/dl; <45 mg/dl; < 110 mg/dl; > 100 mg/dl; < 130/80 mm Hg.
Criança de 4 anos de idade com história de febre alta há seis dias, acompanhada de exantema macular e eritematoso em tórax e conjuntivite bilateral não purulenta. Ao exame físico observa-se linfadenopatia cervical de 3 cm de diâmetro, descamação em dedos das mãos e SS++/4+ em borda esternal esquerda. No hemograma apresenta neutrofilia e trombocitose. Em relação ao diagnóstico mais provável, é correto afirmar que:
É contraindicação relativa para o lavado peritoneal diagnóstico:
Sobre as neoplasias do trato genital feminino pode-se afirmar que:
A recomendação de tratamento da insuficiência cardíaca depende do seu estágio evolutivo. Assinale a alternativa que relaciona corretamente os medicamentos com o estágio evolutivo dessa doença.
Compartilhar