Questões na prática

Clínica Médica

Reumatologia

Mulher, 72 anos de idade, apresenta há três semanas, febre baixa, fadiga, anorexia, cefaleia temporal direita intensa e dificuldade para a mastigação. Ao exame, observou-se hipersensibilidade e dor à palpação na região temporal. Qual é a conduta?

A
Prescrever, imediatamente, corticosteroide e solicitar exames de VHS e biópsia da artéria temporal.
B
Solicitar tomografia de crânio, exame hematológico completo, VHS e aguardar os resultados para definir a conduta.
C
Prescrever anti-inflamatórios não esteroidais, aciclovir e reavaliar após uma semana.
D
Solicitar angiorressonância de crânio, internar e anticoagular a paciente.
A mãe de Junior está aflita porque ela não pode ir a qualquer lugar sem ele. A separação na hora de dormir tem sido complicada com choros e acessos de raiva. O pediatra explica que esta fase é descrita como de reaproximação e que representa uma reação ao crescente conhecimento da possibilidade de separação. Este período do desenvolvimento da criança inicia-se quando a criança atinge:
Com relação ao crescimento linear (estatura), pode-se dizer que a altura final do indivíduo é o resultado da interação entre carga genética e:
Uma criança de 10 anos de idade é atendida com história de febre, cefaleia, dor retro-orbitária e mialgia há três dias. Há 24 horas, iniciou dor abdominal contínua. Não há manifestações hemorrágicas espontâneas. O exame físico revela hepatomegalia dolorosa, pressão arterial de 100X60mmHg. A prova do laço é positiva, e o hematócrito é de 43%. Segundo as orientações do Ministério da Saúde quanto ao Diagnóstico e Manejo Clínico da Dengue, a conduta terapêutica inicial que deve ser adotada é:
Recém-nascido de 28 dias de vida, aleitado exclusivamente ao seio materno iniciou icterícia com aumento de bilirrubina direta e fezes hipocólicas. Os exames complementares revelaram alterações ocular (embriotoxo posterior), estenose pulmonar periférica e defeitos de arco vertebrais (vértebras em borboleta). A biópsia hepática mostrou escassez de ductos biliares intra-hepáticos. O diagnóstico é:
Compartilhar