Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Otorrinolaringologia

Paciente, 28 anos de idade, sexo masculino, apresenta-se há 72 horas com febre de até 39°C, cefaleia e dor de garganta. Notou vermelhidão na pele há 24 horas. Ao exame físico, apresenta enantema oral predominante em língua e tonsilas, com hipertrofia de papilas, além de exantema eritematodescamativo acometendo face e tronco e poupando palma das mãos e sola dos pés. O exantema facial poupa região perioral e apresenta-se mais intenso em dobras, onde conflui nas linhas de flexão. O hemograma mostrou 15 mil leucócitos/mm³ com 75% de polimorfonucleares, 160 mil plaquetas/mm³ e Hb: 16 g/dl. No diagnóstico desse paciente, o exame mais útil é:

A
sorologia para dengue
B
pesquisa de anticorpos heterófilos (Paul-Bunnel)
C
sorologia IgM para rubéola
D
teste rápido para estreptococos em orofaringe
E
hemoculturas
Artrite reativa refere-se a um quadro agudo, não purulento, que complica uma infecção localizada em outra parte do corpo. Excluindo-se o contexto de infecção pelo HIV, os sítios primários mais usuais são:
Analisando a Incontinência Urinária de Esforço, NÃO se pode afirmar que:
Analisando o sangramento uterino pós-coito ou sinusiorragia, pode-se afirmar que:
Vários estudos tem demonstrado que na Hipertensão Pulmonar (HP) ocorre um processo de continua ativação plaquetária endógena. Esta ativação plaquetária promove a secreção de varias substancias, entre elas a serotonina. A serotonina esta implicada na gênese da hipertensão arterial pulmonar por quais dos prováveis mecanismos abaixo relacionados:
Compartilhar