Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Mulher branca, com 34 anos de idade, procura ambulatório do SUS com queixa de fraqueza e palidez há três meses, chegando a desmaiar por duas vezes, alterações do apetite e no sono. Ao exame físico, apresentava mucosas descoradas e edema de membros inferiores até os joelhos. Os exames laboratoriais revelaram anemia normocrômica mormocítica, série branca normal e plaquetas normais. A creatinina era 1,7mg %, ureia de 78 mg%, T4 livre e TSH normais, eletroforese de proteínas plasmáticas com albumina baixa e pico monoclonal na região da gamaglobulina. A proteinúria de 24 horas apresentou grade de cadeias leves de imunoglobulinas do tipo Kappa. Baseado nestas informações, responda ao próximo teste. A hipótese diagnóstica mais provável poderia ser:

A
nefrite intersticial crônica
B
síndrome nefrótica por lesões mínimas
C
doença de cadeia leve, com ou sem mielomas múltiplos
D
colagenose com acometimento renal
E
doença de cadeia leve por mieloma múltiplo
Sobre o delirium, que pode ocorrer em até 80% dos pacientes em ventilação mecânica, é correto afirmar:
O fentanil é um analgésico opioide usado frequentemente dentro das UTIs, geralmente em combinação com benzodiazepínicos. Qual dos efeitos colaterais abaixo NÃO está associado ao uso do fentanil?
Pacientes com obstrução brônquica submetidos à ventilação mecânica têm risco elevado de desenvolverem auto-PEEP, que pode levar a um aumento das pressões inspiratórias e consequente barotrauma. Qual das medidas abaixo pode contribuir para a redução do auto-PEEP em pacientes com ventilação controlada a volume?
Paciente de 25 anos, sem doença prévia, chega à emergência com quadro de rebaixamento do nível de consciência. A gasometria arterial colhida em ar ambiente na chegada do paciente mostra PaO2 = 62 mmHg, PaCO2 = 70 mmHg, pH = 7,10, bicarbonato = 22. O gradiente alvéolo-arterial de O2 foi de 9 (valor normal = 5–15). Qual o diagnóstico mais provável desse paciente?
Compartilhar