Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Mulher, com 26 anos de idade, universitária, encaminhada pelo ginecologista por suspeita de diabetes, a partir do tratamento por infecção no trato urinário. Tem história familiar de avós paternos com diabetes. Exames: Em 10/09/2007: urina I com densidade 1010; pH 8,0; proteína +; glicose ++; corpos cetônicos negativos; leucócitos 300.000 por campo; hemácias 70.000 por campo; bactérias abundantes. Glicemia capilar: 96 mg/dl. Em 30/09/2007: glicemia de jejum 82 mg/dl; glico-hemoglobina: 5,9%, urina I com densidade 1020; pH 6,0; glicose ++, leucócitos 10 por campo, bactérias raras e cristais ausentes. Em 25/10/2007: teste oral de tolerância à glicose 85-131-80 mg/dl; urina I com densidade 1030; pH 6,0; glicose ++; leucócitos 20 por campo; bactérias raras; cristais ausentes. Com estes dados é possível afirmar que:

A
a paciente é diabética e deve iniciar tratamento imediato.
B
a paciente é diabética e deve receber medicação antidiabética, além das orientações dietéticas pertinentes.
C
a paciente não é diabética, mas apresenta risco muito elevado para diabetes, e portanto, deve iniciar medidas preventivas, com eliminação do açúcar refinado da dieta.
D
a paciente não é diabética, mas portadora de glicosúria renal, que não condiciona risco aumentado para diabetes.
E
a paciente apresenta glicosúria renal e deve ser tratada preventivamente com dieta, pois tem alto risco de se tornar diabética.
Criança de sete anos apresenta quadro de hipotomia muscular difusa e movimentos involuntários abruptos e breves, envolvendo a face, o tronco e as mãos. Os movimentos foram descritos como contorsivos e simétricos, impedem a criança de vestir-se. Sua fala é praticamente incompreensível e a grafia tornou-se ilegível. Considerando a principal hipótese diagnóstica, o tratamento indicado é:
Lactente de nove meses é sacudido violentamente por seu pai, porque "estava chorando muito e não deixava ninguém dormir". A expressão clínica mais provável nesta categoria de maus-tratos é:
SJM, masculino, três anos de idade, com história de quadro viral leve há 7 dias. Nos últimos dois dias, vem apresentando dor em região coxofemoral direta e claudicação. Ao exame físico, apresenta febre baixa e limitação de movimentos. Apresenta hemograma com leucocitose discreta e VHS = 18 mm. Qual o provável disgnóstico e o tratamente para esta criança?
Você atende no ambulatório mulher de 32 anos com queixa de queimação epigástrica e plenitude pós-prandial. Não há história de uso recente de quaisquer medicações e o exame físico é normal. Para avaliar doença ulcerosa péptica nessa paciente, qual dos testes abaixo deve ser solicitado?
Compartilhar