Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Mulher, com 30 anos de idade, há 2 meses apresenta quadro de palpitações, insônia, irritabilidade, aumento do número de evacuações e perda de peso. Ao exame físico: bom estado geral, descorada +/4+, tiroide aumentada 3 vezes, sem nódulo palpável. Tem hiperemia conjuntival, edema e retração de pálpebras. Ausculta cardíaca normal, frequência cardíaca de 116 bpm e PA 135 x 85 mmHg. Tremor de extremidades presente. Exames laboratoriais: TSH < 0,03 µm/l (VN: 0,5 a 4,5); t4 livre 4,2 ng/dl (VN: 0,7 a 1,5). Hemoglobina 11,2 g%, leucócitos 6200, plaquetas 180.000. Cintilografia de tireoide com captação difusamente aumentada. Qual a hipótese diagnóstica e a conduta neste momento?

A
Doença de Graves, radioterapia e betabloqueador.
B
Doença de Graves, metimazol e radioterapia.
C
Doença de Graves, metimazol e betabloqueador.
D
Bócio multinodular tóxico, metimazol e betabloqueador.
E
Bócio multinodular tóxico, radioterapia e betabloqueador.
Considere uma paciente de 35 anos, sexo feminino, apresentando dor intensa à palpação e à deglutição em região cervical anterior baixa, sem sinais logísticos. A alternativa correta é:
Assinale a alternativa correta em relação ao higroma cístico.
Um paciente do sexo masculino, 22 anos, vítima de ferimento por arma branca na região infra-mamária esquerda, dá entrada no Pronto Socorro, apresentando pressão arterial sistêmica de 60×10 mmHg, distensão das veias do pescoço e bulhas cardíacas abafadas. Qual a principal hipótese diagnóstica?
Em relação a esofagite por ingestão de agentes corrosivos é correto afirmar que:
Compartilhar