Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Mulher, com 30 anos de idade, há 2 meses apresenta quadro de palpitações, insônia, irritabilidade, aumento do número de evacuações e perda de peso. Ao exame físico: bom estado geral, descorada +/4+, tiroide aumentada 3 vezes, sem nódulo palpável. Tem hiperemia conjuntival, edema e retração de pálpebras. Ausculta cardíaca normal, frequência cardíaca de 116 bpm e PA 135 x 85 mmHg. Tremor de extremidades presente. Exames laboratoriais: TSH < 0,03 µm/l (VN: 0,5 a 4,5); t4 livre 4,2 ng/dl (VN: 0,7 a 1,5). Hemoglobina 11,2 g%, leucócitos 6200, plaquetas 180.000. Cintilografia de tireoide com captação difusamente aumentada. Qual a hipótese diagnóstica e a conduta neste momento?

A
Doença de Graves, radioterapia e betabloqueador.
B
Doença de Graves, metimazol e radioterapia.
C
Doença de Graves, metimazol e betabloqueador.
D
Bócio multinodular tóxico, metimazol e betabloqueador.
E
Bócio multinodular tóxico, radioterapia e betabloqueador.
ID: Nasce um recém-nascido com aproximadamente 3 Kg, em apneia. Conduta 1: colocado no berço de reanimação e aplicado os passos iniciais, mas não apresentou movimentos respiratórios e a FC era de 50 bpm. Conduta 2: iniciou a ventilação com balão e máscara e o sensor do oxímetro foi posicionado, mas não houve melhora após 30 segundos. A técnica de ventilação foi corrigida, mas a FC permaneceu em 50 bpm e a saturação em 40% ao associar-se oxigênio suplementar. O RN permaneceu em apneia. A conduta é:
Uma gestante de 32 semanas apresenta ao exame ultrassonográfico de pré-natal hidronefrose unilateral no feto único do sexo masculino. Qual a causa mais provável desta alteração encontrada?
Sensação rotatória (como se a pessoa estivesse girando no ambiente), sensação de desequilibrio, náuseas, vômitos, zumbido em um ou ambos os ouvidos, nistagmo. Estes sinais e sintomas são, geralmente, encontrados em:
São marcos do desenvolvimento esperados em um lactente de sete meses de idade com história de nascimento a termo:
Compartilhar