Questões na prática

Clínica Médica

Ginecologia e Obstetrícia

Nefrologia

Obstetrícia

Hepatologia

Mulher com 31 semanas de gestação (G3P2) desenvolveu quadro agudo de cefaleia, náuseas e vômitos. Por ocasião da consulta, queixou-se de mal-estar e informou que a urina apresentava-se escura. Ao exame, a pressão arterial era de 140X80 mmHg, as mucosas estavam ictéricas e havia contrações uterinas. Os batimentos cardiofetais eram de 144 bpm. Qual o diagnóstico mais provável?

A
Síndrome HELLP
B
Fígado gorduroso agudo da gestação
C
Hepatite viral
D
Síndrome hemolítico-urêmica
E
Hiperêmese gravídica
Mulher de 50 anos com história de Ca de mama desenvolve metástases múltiplas. Com a progressão da doença ela desenvolveu anemia com leucopenia e plaquetopenia. A possibilidade de anemia mielotísica é considerada. Qual dos seguintes achados no sangue periférico deve fortemente suportar este diagnóstico?
Considere a situação onde você seja um gestor de saúde e esteja planejando ações estratégicas de prevenção e promoção de saúde em sua comunidade. É necessário saber a prevalência dos principais fatores nocivos à saúde. Dentre os fatores nocivos a saúde abaixo, assinale o mais prevalente em grandes cidades do Brasil:
Em atividades de rotina, você e sua equipe concluem o diagnóstico de tuberculose pulmonar em um casal recém-ingresso em um domicílio de sua área de referência. Trata-se dos pais de um recém-nascido. Você inicia o tratamento com tuberculostáticos e paralelamente avaliam os contatos. Em relação à criança, a conduta indicada será:
Ao chegar em uma unidade básica de saúde do Município de Fortaleza para assumir a sua nova função de residente, você toma conhecimento que terá de acompanhar alguns casos de hanseníase que estão em tratamento para estados reacionais. Em relação a essas reações imunológicas na hanseníase, pode-se afirmar que:
Compartilhar