Questões na prática

Clínica Médica

Ginecologia e Obstetrícia

Nefrologia

Obstetrícia

Hepatologia

Mulher com 31 semanas de gestação (G3P2) desenvolveu quadro agudo de cefaleia, náuseas e vômitos. Por ocasião da consulta, queixou-se de mal-estar e informou que a urina apresentava-se escura. Ao exame, a pressão arterial era de 140X80 mmHg, as mucosas estavam ictéricas e havia contrações uterinas. Os batimentos cardiofetais eram de 144 bpm. Qual o diagnóstico mais provável?

A
Síndrome HELLP
B
Fígado gorduroso agudo da gestação
C
Hepatite viral
D
Síndrome hemolítico-urêmica
E
Hiperêmese gravídica
A Icterícia Neonatal está presente de maneira frequente, no período neonatal. Assinale a alternativa INCORRETA.
Escolar de 10 anos, diabético tipo 1, insulinodependente , é levado ao ambulatório devido dificuldade controle glicêmico pela manhã ao acordar. Segundo sua mãe a criança acorda no início da madrugada com cefaleia e sudorese fria, mas pela manha a glicemia capilar encontra-se sempre elevada e a glicosúria é positiva. Em uso de insulina intermediária e rápida (3U/kg/dia) em esquema de 12/12h. Qual a provável causa da instabilidade glicêmica desta criança?
Mulher branca, com 34 anos de idade, procura ambulatório do SUS com queixa de fraqueza e palidez há três meses, chegando a desmaiar por duas vezes, alterações do apetite e no sono. Ao exame físico, apresentava mucosas descoradas e edema de membros inferiores até os joelhos. Os exames laboratoriais revelaram anemia normocrômica mormocítica, série branca normal e plaquetas normais. A creatinina era 1,7mg %, ureia de 78 mg%, T4 livre e TSH normais, eletroforese de proteínas plasmáticas com albumina baixa e pico monoclonal na região da gamaglobulina. A proteinúria de 24 horas apresentou grade de cadeias leves de imunoglobulinas do tipo Kappa. Baseado nestas informações, responda ao próximo teste. A hipótese diagnóstica mais provável poderia ser:
Menina, 12 anos, trazida ao PS com história de dor de garganta há 5 dias acompanhada de gânglios no pescoço, tendo iniciado tratamento com amoxilina há 2 dias e que, após o uso deste, notou manchas avermelhadas pelo corpo. Ao exame físico, apresenta-se febril, com rash maculopapular róseo em todo o corpo. Amígdalas hipertrofiadas e recobertas por exsudato esbranquiçado, adenomegalias cervicais bilaterias, fígado a 3 cm do apêndice xifoide e baço a 2 cm do rebordo costal esquerdo. A hipótese a ser considerada é:
Compartilhar