Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Mulher com 51 anos de idade é internada devido a falta de ar, tosse e emagrecimento não quantificado, negando febre, dor torácica ou edemas. Há 7 anos mastectomia por CA, fazendo quimio e radioterapia. Diabética e hipertensa há 12 anos usando IECA. Hipotireodismo há 1 ano, em uso irregular de 25 mcg de Puran T4. Coração em RR de 3 tempos (B4). MV e FTV abolidos em 2/3 inferiores do hemitórax direito. PA: 110 x 70 mmHg deitada e após 3 minutos de pé; FR: 24 irpm; FC 66 bpm. Ecocardiograma com derrame pericárdico importante e leve disfunção sistólica de VE, sem outras anormalidades de monta. São hipóteses diagnósticas prováveis, EXCETO.

A
Tamponamento cardíaco.
B
Adenocarcinoma metastático.
C
Tuberculose.
D
Hipotireoidismo.
E
Hipoalbuminemia.
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue o item a seguir. A dosagem de glicemia de jejum é mandatória em pacientes com colelitíase, em decorrência da elevada prevalência de intolerância à glicose nesses pacientes.
O volume médio diário relacionado com as perdas insensíveis (pulmões e pele) a ser reposto no pós-operatório imediato de paciente com 70 kg submetido a vagotomia troncular com piloroplastia eletiva é de:
Homem com infarto agudo extenso do miocárdio é admitido em unidade coronariana. Quadro evolui com choque cardiogênico e falência de múltiplos órgãos. Paciente apresenta parada cardiorrespiratória 24h após a internação, sem responder às manobras de reanimação. No prontuário, consta internação anterior por angina. Usava anti-hipertensivos e antiarrítmicos. A forma adequada de preenchimento da declaração de óbito, partindo da causa básica para a causa direta é:
Escolar de 8 anos, do sexo feminino, apresenta quadro agudo de febre alta, dor e sinais inflamatórios em joelho direito e exantema serpiginoso evanescente e não pruriginoso em tronco, que piora com o calor. Exames complementares: leucocitose e VHS elevado. Neste caso, a hipótese diagnóstica mais provável é:
Compartilhar