Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Mulher, com 77 anos de idade, com queixa de perda de urina aos grandes esforços há 10 anos. Há 6 meses começou a ter perda não relacionada ao esforço, durante o dia e a noite em quantidade variável. Ao exame, apresenta o ponto C em +3, ponto Aa em +5 e ponto Ap em -3. Após a realização de estudo urodinâmico, preconiza-se:

A
Tratamento medicamentoso se houver contrações não inibidas do detrusor.
B
Cirurgia de alça se for confirmada incontinência urinária de esforço, associada a anticolinérgicos no pós-operatório.
C
Cirurgia de Burch se pressão de perda for superior a 90 cmH2O com correção da retocele.
D
Histerectomia vaginal e cirurgia de alça se a pressão de perda for inferior a 60 cmH2O.
E
Tratamento conservador supervisionado por fisioterapeuta antes de indicar cirurgia.
Sobre os principais achados da anamnese e do exame físico que sugerem fraturas, analise as assertativas abaixo: I. Piora aguda da dor e dor bem localizada à palpação. II. Incapacidade funcional aguda e edema ou equimose local. III. Perda da mobilidade do membro e déficit neurológico e/ou vascular associado. Quais estão corretas?
Paciente de sexo masculino, 18 anos de idade, apresenta-se à clínica rural com náuseas, vômitos, anorexia, desconforto abdominal, mialgias e icterícia. Relata uso ocasional de álcool e sexualmente ativo. Descreve uso de heroína e cocaína "algumas vezes no passado". Trabalha como cozinheiro em um restaurante local. Perdeu cerca de 15,5 kg desde a última visita à clínica e parece emaciado, com aparência doentia. Ao exame, constata-se que apresenta esclera ictérica e fígado palpável e doloroso abaixo do rebordo costal direito. A respeito da hepatite aguda, qual das opções a seguir é verdadeira?
Um fator associado ao aumento do risco de recorrência de crise convulsiva febril é:
Criança de 7 anos, com desenvolvimento neuropsicomotor normal, foi trazida à consulta por vir apresentando vários episódios de perda abrupta da consciência durante o dia. A mãe relatou que a criança ficava parada, com olhos abertos por um breve momento, e melhorava logo a seguir. O eletroencefalograma mostrou descargas generalizadas do tipo ponta-onda na frequência de 3 Hz. Esses episódios acabaram por interferir no aprendizado. Não havia outros sintomas. O diagnóstico de epilepsia foi confirmado. Que fármaco, dentre os abaixo, é o mais indicado para o tratamento desse tipo de crise?
Compartilhar